Vida e Saúde

Alimentos que auxiliam imunidade na pandemia

Ciência destaca a importância do consumo de proteínas, peptídeos e aminoácidos na terceira idade

Em tempos de pandemia, os cuidados com a saúde são fundamentais, principalmente com idosos, que apresentam sistema imunológico mais vulnerável e fazem parte do grupo de risco para a Covid-19. Uma revisão publicada por cientistas brasileiros intitulada “Coronavirus disease 2019 (Covid-19) and Nutritional Status: The missing link?”, publicado em setembro de 2020, aponta que um dos fatores de agravamento da doença em pessoas com idade mais avançada pode estar relacionado à má nutrição, resultante de alimentação deficiente em diversos nutrientes, incluindo proteínas, peptídeos e aminoácidos, que são componentes fundamentais para a construção de células do organismo.

O levantamento, assinado por diferentes grupos de pesquisa alerta que os riscos de agravamento da infecção aumentam entre 25,5 e 52,7% em pacientes malnutridos e com idade superior a 65 anos.

“Idosos já possuem um comprometimento do sistema imunológico devido ao processo de envelhecimento ou redução na produção de células. Por isso, o consumo de proteínas completas como carnes em geral ou mesmo uma variedade de grãos, como feijão, ervilha, milho, lentilhas, grão de bico, que são fontes de aminoácidos essenciais, é recomendado na prevenção de diversas doenças”, sugere a doutora em Ciência de Alimentos, Hellen Maluly, consultora da Ajinomoto do Brasil.

O estudo indica também outro fator que pode estar relacionado à dificuldade na recuperação de idosos com Covid-19: a sarcopenia, síndrome caracterizada pela perda de massa muscular em pessoas com mais de 50 anos e que não praticam atividades físicas regularmente. Esses pacientes têm mais risco de pneumonia e, como reflexo do enfraquecimento muscular, podem apresentar dificuldades na introdução de ventilação mecânica em casos de hospitalização.

“Aminoácidos como leucina, isoleucina e valina podem ser grandes aliados na prevenção à sarcopenia, pois contribuem para o aumento de massa muscular. Eles agem diretamente na síntese de proteínas musculares, estimulando a produção de células com mais facilidade, principalmente quando associados a atividades físicas. Mas, mesmo em idosos hospitalizados, a dieta rica em aminoácidos essenciais já se mostrou eficaz para melhoria desses quadros”, explica a especialista.

A qualidade nutricional na alimentação de idosos é extremamente importante em qualquer ocasião, não somente em períodos de pandemia. Para uma vida mais saudável na terceira idade, além da prática de atividade física, recomenda-se o acompanhamento de profissionais que podem indicar a ingestão adequada de aminoácidos e outros componentes.

You cannot copy content of this page
X