Imigração

Visto EB-2 abre as portas para profissionais de saúde

Sending
User Review
0 (0 votes)

De acordo com Daniel Toledo, advogado especialista em Direito Internacional, a solicitação do EB-2 envolve a comprovação de que o profissional possui habilidades excepcionais e que seu investimento trará benefícios à economia americana

Abrir um consultório nos Estados Unidos é um objetivo ambicioso para muitos profissionais da saúde, atraídos pela robustez do mercado e pelas oportunidades de crescimento. Com um sistema de saúde que valoriza a inovação e a qualidade do atendimento, os EUA oferecem um ambiente propício para médicos, dentistas e outros especialistas desenvolverem suas carreiras e contribuírem para as comunidades locais.

Para os profissionais que desejam não apenas trabalhar, mas também investir e abrir seus próprios consultórios nos EUA, o visto EB-2 é uma das melhores opções. Este visto é destinado a profissionais com grau avançado ou habilidades excepcionais, permitindo que contribuam para a economia americana.

De acordo com Daniel Toledo, advogado que atua na área do Direito Internacional, fundador da Toledo e Associados, escritório de advocacia internacional com unidades no Brasil e nos Estados Unidos, o primeiro passo para qualquer profissional de saúde estrangeiro é obter a certificação necessária. “No caso dos médicos, isso inclui a obtenção da Certificação do Conselho Médico dos EUA e a aprovação nos exames USMLE – United States Medical Licensing Examination. Esses exames garantem que os profissionais possuam o conhecimento e as habilidades clínicas exigidas para a prática da medicina nos EUA”, relata.

Vale lembrar que cada estado possui suas próprias exigências de licenciamento, e é fundamental que os médicos estejam cientes das particularidades do estado onde desejam praticar.

Preparação da jornada

Uma vez que as certificações e licenças estejam em ordem, o próximo passo é a preparação para o investimento. “Abrir um consultório requer um planejamento financeiro detalhado, que inclui a localização ideal, equipamentos médicos modernos e a contratação de uma equipe qualificada. Nesse momento, contar com a ajuda de um advogado é fundamental para a criação de um plano de negócios sólido e entender as regulamentações locais”, alerta.

Segundo Toledo, a solicitação do visto EB-2 envolve a comprovação de que o profissional possui habilidades excepcionais e que seu investimento trará benefícios substanciais à economia americana. “Documentação detalhada, diplomas, históricos acadêmicos e certificações profissionais são essenciais. Além disso, é importante demonstrar um plano de negócios viável e um compromisso com o desenvolvimento da prática médica nos EUA”, revela.

O advogado ressalta que a preparação para a entrevista de visto também é uma etapa importante, onde o candidato deve estar pronto para discutir seu plano de negócios e apresentar como pretende contribuir para o setor de saúde dos EUA.

O especialista acredita que para os profissionais da saúde, investir nos EUA é uma grande oportunidade de crescimento profissional. “Com a preparação adequada, abrir um consultório nos EUA pode ser um passo significativo para estabelecer uma carreira de sucesso”, finaliza.

Foto: manassanant pamai de Getty Images

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: ter, 23 jul.

Advertisement

Advertisement

Categorias

You cannot copy content of this page