btn facebook  btn youtube  btn twitter  btn google plus  acontece instagram  acontece issuu

 

Acontece Magazine
btn facebook   btn youtube   btn twitter  btn google plus  acontece instagram  acontece issuu
acontece logo darkred

Prevenção do Mal de Alzheimer

Mabel de Souza sempre tocou piano e sempre viajou muito estudando línguas estrangeiras
Mabel de Souza sempre tocou piano e sempre viajou muito estudando línguas estrangeiras

Sabemos que a música, a dança e a interação social fazem bem a alma, mas pesquisas indicam que também melhoram as funções cerebrais e possivelmente previnem o Mal de Alzheimer. Enquanto pesquisadores continuam a estudar melhor a doença e procurar sua cura, eles observaram que, em muitos casos, o Alzheimer pode ser prevenido com uma vida saudável. Portanto, não espere pelos sintomas porque aí o dano já é irreversível.
O Mal de Alzheimer é a causa mais comum de demência e a sexta causa de morte nos Estados Unidos. Em 2015, 5,3 milhões de pessoas foram estimadas em ter a doença, sendo 200 mil delas com menos de 65 anos, de acordo com a Associação de Alzheimer.
As evidências sugerem que alterações no cérebro começam até 30 anos antes da perda de memória e que a saúde do cérebro está intimamente ligada à saúde cardiovascular. Pessoas com doenças cardíacas são mais propensas a sofrer Alzheimer.
A idade e hereditariedade são fatores além do nosso controle. Podemos, no entanto, controlar nosso estilo de vida com uma abordagem abrangente, cuidando da saúde cardiovascular e estimulando a neuroplasticidade, que é a capacidade do cérebro em desenvolver novos circuitos, adquirida durante o aprendizado, por exemplo.

Atividades e hábitos aliados do cérebro saudável
• Dieta saudável – baseada nas dietas Mediterrânea e DASH (Dietary Aproach to Stop Hypertension)
• Música – Tocar instrumentos e novas canções
• Estimulação mental - aprender uma nova língua, jogos e atividades cognitivas.
• Exercício físicos regulares – Melhor aqueles em que aprendemos constantemente, como Zumba
• Redução do estresse - meditação, passar tempo ao ar livre.
• Visitas regulares ao médico – controle de diabetes, obesidade, hipertensão.
• Vida social ativa
• Qualidade do sono
• Educação – Sites como alzu.org podem dar ferramentas importantes para a prevenção da doença.

Por Dra. Cindy Shaffer

 

Faça do cuidado preventivo de saúde seu padrão de moda

A Dra. Cindy cuidando de sua paciente, Jo Paes
A Dra. Cindy cuidando de sua paciente, Jo Paes

Nada nos faz sentir ou parecer melhor do que ter boa saúde. Entretanto, para manter boa saúde é preciso que você consulte o seu clínico geral anualmente. A minha área junto ao Baptist Health Primary Care é a medicina preventiva, onde podemos ajudar o paciente a evitar problemas graves por meio de exames regulares para detectar alterações em sua saúde.
Os check-ups anuais têm a finalidade de detectar quaisquer sinais de diabetes, problemas do coração ou outras doenças, antes que estes necessitem de tratamentos caros ou até mesmo de uma internação hospitalar.
Entretanto, como paulistana, compreendo também que a maioria de nós brasileiros jamais fomos pacientes de um clínico geral específico no Brasil. Isso simplesmente não faz parte de nossa cultura – em parte, porque, no Brasil, as companhias de seguro não nos obrigam a ter um clínico geral específico (nos EUA, chamado Primary Care Physician, ou PCP). Ao invés disso, acabamos nos consultando com especialistas. Se estamos com pressão alta, procuramos um cardiologista. Se temos uma infecção no ouvido, procuramos um otorrinolaringologista. Quando chegamos a perceber o problema, já estamos nos sentindo mal e o problema piorou.
Outra parte importante do meu trabalho é fazer a coordenação do atendimento. Pense em seus médicos como se fossem uma única equipe. O que aconteceria se os membros dessa equipe nunca falassem um com o outro? Poderia surgir algum problema.
O clínico geral coordena o atendimento e, se necessário, indica o especialista adequado que você deve consultar. Também examino os resultados de exames e tratamentos propostos e converso com os seus especialistas e com você sobre o tratamento a seguir.
Optar por ter um clínico geral e vê-lo pelo menos uma vez ao ano significa assumir controle sobre a importante tarefa de manter sua saúde. Para parecer bem, o mais importante é sentir-se bem. E isso nunca sai de moda!

Por Dra. Cindy Shaffer*

 

Cinco dicas para evitar o efeito platô

Alimente-se e termine de comer com a sensação de que  ainda caberia um pouco mais de alimento no estômago
Alimente-se e termine de comer com a sensação de que ainda caberia um pouco mais de alimento no estômago

Por Giovanna Guido

Após meses em um programa para emagrecimento e/ou evolução física, é normal perceber que a velocidade dos resultados fica menor, até estagnar de vez… É o chamado efeito platô: o emagrecimento estava a todo o vapor e após um período, mesmo com dedicação, esforço, dieta restrita e treinamento intenso, o ponteiro da balança insiste em não descer mais, assim como o percentual de gordura (que quase não se altera). O efeito platô é uma grande armadilha, pois quando ele chega grande parte das pessoas se desanima e abandona o projeto emagrecimento. Mas antes de desistir, comece a pensar: se muitas pessoas por aí conseguiram, deve haver algum segredo, alguma estratégia, certo? O ideal é sempre ter um acompanhamento profissional, afinal, uma avaliação criteriosa e orientações são fundamentais. Então, antes de desistir, confira dicas de como se livrar do efeito de estagnação e voltar a queimar gordura. Nesta primeira edição do ano, conheça as cinco primeiras.

1 - Mudança de estímulo periodicamente: esse é o primeiro passo para se livrar do platô! Sempre fazer alterações em sua dieta, suplementação e treinos. O corpo se acostuma fácil e para de responder a qualquer tipo de estímulo de forma rápida. Então, tenha a certeza de que você está fazendo mudanças a cada dois meses pelo menos.

2 - Dieta regrada: nutrição é a parte mais importante na conquista de um baixo percentual de gordura e melhoras no físico, não tem como escapar. O ideal é que o nível calórico de sua dieta seja ajustado (para mais ou menos – isso depende do quanto você tem comido habitualmente), os carboidratos simples sejam excluídos, gorduras ruins (saturadas e trans) sejam eliminadas, o adeus aos fast-foods seja dado, assim como para os refrigerantes, álcool, doces, massas e pães gordurosos. Açúcar, sódio e sal também devem ser vistos como inimigos. Essa é a parte mais difícil de todas. Manter uma dieta restrita quando todos ao seu redor se alimentam com guloseimas… Porém, não tem milagre! Se você quer, tem que fazer por merecer. Um ponto importante: dieta de segunda a segunda, pelo menos nessa fase em que você deseja se livrar do platô – nada de refeição ou dia do lixo, até voltar a ter resultados.

3 - Hidratação: baixa ingestão de água é uma das causas da estagnação do metabolismo. Aumente a quantidade de líquidos ao longo do dia e observe seu metabolismo ser “reativado”. A ingestão de água por dia deve ser maior que 2 litros para mulheres e 3 litros para homens.

4 - Quantidade de comida: sempre se alimente e termine de comer com a sensação de que ainda caberia um pouco mais de alimento no estômago. Esse segredo vale ouro: nunca distenda as paredes do estômago! Quando você come e se sente estufado, você dilata seu estômago e ele pedirá cada vez mais comida posteriormente. Ao comer menos, você irá reduzi-lo e comer só o necessário a cada 2-3 horas. Se você sabe que sentirá muita fome ao fazer isso, planeje sua dieta para cada 2 horas. Comer pouquinho a cada 2-3 horas é o ideal. Daí, após 30-40 minutos da refeição você inicia com a ingestão de água, até o próximo horário de se alimentar – essa é uma estratégia excelente para redução de gordura corporal e principalmente abdominal e continua valendo para alimentos saudáveis e saladas – nunca se sinta estufado, mesmo comendo só legumes e verduras por exemplo.

5 - Inicie e/ou intensifique o treino de musculação:músculos mais desenvolvidos são as maiores fontes de queima calórica e aceleramento do metabolismo: ao fazer uma dieta para perder gordura, muitas vezes perdemos massa magra, o que torna nosso metabolismo mais lento e daí a queima de gordura passa a ser mais difícil. Então, trate de iniciar um bom treinamento de musculação e/ou intensificar o que você já faz: além de ficar com o corpo mais bonito, tonificado e definido, você irá potencializar a queima de gordura.
Bons treinos!

 

Cinco passos para mudar a sua vida

Alexia Nascimento é proprietária do Alexia Wellness Meditation & Yoga Lounge em Sunny Isles
Alexia Nascimento é proprietária do Alexia Wellness Meditation & Yoga Lounge em Sunny Isles

Para começar a ler este artigo, é necessário primeiro seguir as instruções abaixo.
Sente-se confortavelmente em uma cadeira, ou num sofá, ou mesmo no banco do seu carro. Deixe a coluna alinhada, relaxe os ombros e o pescoço. Agora respire fundo, enchendo os pulmões na capacidade máxima. Segure o ar por alguns segundos. Solte o ar. Faça mais uma vez, usando quase toda a capacidade do seu pulmão.
E por fim, mais uma vez.
Respire bem fundo e preste atenção ao barulho que o seu ar faz quando entra e sai das suas narinas e boca.
Pronto! Isso não demorou mais que alguns minutos, mas tenho a certeza de que você já estará um pouco mais relaxado. E sabe qual é a boa notícia? Você acabou de meditar! Simples assim. E estou certa de que você não sabia disso.
Com essa prática que chamamos de meditação, mindfulness - que significa atenção total, foco -, você paralisou sua mente em uma única situação, que foi a respiração, que, por sinal, é muito importante para começar a meditar. O conceito de meditação assusta muitas pessoas, principalmente as mais agitadas, por lembrar os praticantes de yoga, os indianos, sentados no chão duro, com as pernas cruzadas. Muitos, só de pensarem em uma posição assim, já pensam também na desistência de meditar.
Se você é uma pessoa que acha que essa prática é voltada apenas aos gurus mais avançados na espiritualidade, está enganado. A meditação é indicada para todos e, principalmente, para pessoas extremamente ansiosas, com pressão alta, doentes, com depressão e até obesidade. Esse método tão antigo remonta às tradições orientais, passa por várias religiões, como budismo e cristianismo, e nos dias de hoje está livre de qualquer religião.
A meditação se tornou uma prática que qualquer criança ou adulto pode fazer, em qualquer lugar onde se sinta confortável.

Veja abaixo cinco dicas para meditar que irão mudar sua vida, usando apenas alguns minutos do seu dia:
1. Escolha um lugar calmo para começar, pode ser até dentro do seu carro, mas lembre-se de desligar o celular.
2. Comece a primeira semana apenas respirando e prestando a atenção na sua respiração.
3. Depois da primeira semana de prática, seu corpo já estará mais relaxado e querendo mais. Use agora um mantra.Por exemplo: “Ommm...”. Esse som prolongado é o símbolo da energia vital positiva. Repita esse som 3 vezes, conciliando-o com a respiração. Ou use qualquer outro mantra da sua preferência.
4. Pratique a gratidão. Depois de se sentar, respire fundo 3 vezes, no mínimo, desenhe a palavra gratidão na sua mente e foque nela por alguns segundos. Dizem os especialistas que o fato de sermos gratos aumenta nossa expectativa de vida e felicidade. “A gratidão é um amplificador psicológico do bem na vida”, diz Philip Watkins, PhD, da Eastern Washington University.
5. Ouça uma música para meditar. Existem vários aplicativos com música relaxante, outros até com meditação guiada.
É isso. Comece com 5 minutos, depois 10, sendo que até 30 minutos são recomendados para meditar.
Em uma semana seu corpo estará mais adaptado, sua concentração mais aguçada, e finalmente os resultados já estarão aparecendo.
Seja persistente e sua saúde agradecerá!
Foto: Mari Hart

 

Quer ser mais feliz? Pratique autocompaixão

Quando praticamos autocompaixão nossas vidas ficam menos pesadas
Quando praticamos autocompaixão nossas vidas ficam menos pesadas

Por Dr. Ana Gouvea

Eu não fiz isso certo! Podia ter feito melhor! Não sou bonito! Ninguém realmente gosta de mim! Não consegui fazer todas as coisas que queria hoje! Não sirvo para nada mesmo!
Você se identifica com alguma das sentenças acima? A maioria das pessoas responde que sim e adiciona outras sentenças negativas na lista, porque essa lista pode ser infinita… Se você parar por cinco minutos e prestar atenção aos seus pensamentos, o que você vai notar? Quais pensamentos sobre você passam pela sua mente? São pensamentos positivos? Negativos? Você se dá valor? Você reconhece as coisas boas em você? Você se elogia?

Quando fazemos esse exercício, notamos que frequentemente somos muito duros com nós mesmos. Falta-nos autocompaixão. Ficamos ruminando os nossos “defeitos”, os nossos “erros” e nos desvalorizando. Às vezes, é mais fácil ter compaixão com outra pessoa do que com nós mesmos. É mais fácil consolar os nossos amigos quando eles cometem um erro do que aceitar que também cometemos erros. Essa tendência a nos autoflagelar causa sofrimento e infelicidade. Para sermos felizes, precisamos cultivar pensamentos positivos e praticar autocompaixão. Precisamos nos dar permissão para ser felizes, para estar em paz e para viver com menos sofrimento.

Pensamentos negativos sobre nós mesmos são como nuvens negras poluindo a nossa mente. Precisamos ter consciência de que eles existem e mudar o tom. Em vez de ficar infeliz por horas, porque não conseguiu fazer todas as coisas que queria no trabalho ou em casa, pense em tudo o que você fez. Provavelmente você fez muitas coisas, mas está focando no que não fez. Seja gentil com você, como seria com um amigo. Quando praticamos autocompaixão, nossas vidas ficam menos pesadas porque somos menos pesados com nós mesmos. Autocompaixão tem um efeito exponencial, porque nos ajuda a sofrer menos, a lidar melhor com as adversidades da vida e a ser mais felizes. Quando somos mais felizes, as pessoas à nossa volta são mais felizes também. Da próxima vez em que você notar a autocrítica, combata-a com a autocompaixão e se dê um abraço!

 

 

Próximo
Sweeney Todd, the Demon Barber of Fleet Street

Mar/14 ate Abr/07 - Sweeney Todd, the Demon Barber of Fleet Street

Uma verdadeira obra-prima musical que conta a história do…
Miami Open

Mar/18 a 31 - Miami Open

O Miami Open, às vezes conhecido como o Miami Masters, é um…
Flavio Venturini

Mar/22 - Show de Flavio Venturini - SHOW ADIADO

SHOW ADIADO Por razões de ordem técnica, avisamos ao…
DJ Alok

Mar/27 - DJ ALOK e Dj Steve AOKI em Miami Beach

Na quarta-feira, dia 27 de março, durante o Miami Music…
Disney On Ice Frozen

Mar/28 ate Mar/31 - Disney On Ice Frozen

Os espetáculos sob o gelo da Disney dispensam apresentações…

Videos

CLIQUE NA IMAGEM PARA ABRIR O VÍDEO

 

Karmel Bortoleti

Making of do ensaio fotográfico de Karmel Bortoleti para a editoria fashion da edição de abril de 2017 da Acontece Magazine


Ensaio fotográfico do ator Caio Castro em Miami para a Acontece Magazine de agosto de 2017

Ensaio fotográfico do ator Caio Castro em Miami para a Acontece Magazine de agosto de 2017


Vera Viel posa com tema náutico para a Acontece Magazine em Miami

Vera Viel posa com tema náutico para a Acontece Magazine em Miami


Ensaio Fotográfico

Ensaio fotográfico com as modelos Cate Chant e Flavianny Nassimbeni para a editoria Fashion da edição de maio de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Making Of Abril 2016

Ensaio fotográfico com Karmel Bortoleti para a editoria Fashion da edição de abril de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de março

Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de março de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Acontece Magazine - Making of - Karina Bacchi - March 2016

Acontece Magazine - Making of - Karina Bacchi - March 2016


Ensaio Fotográfico

Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de fevereiro de 2016 da Acontece Magazine


Making Of Janeiro 2016

Making of do ensaio fotográfico para a capa e a editoria fashion da edição de janeiro de 2016 da Acontece Magazine com a participação da modelo Andrea Méndes Arroio


Making Of Dezembro

Acontece Magazine Making of de Dezembro 2015




DMC Firewall is developed by Dean Marshall Consultancy Ltd