Geral

Trump pode responder por desacato durante seu julgamento

Contabilidade
Sending
User Review
0 (0 votes)

Donald Trump enfrenta uma batalha legal significativa nesta terça-feira, dia 23 de abril, enquanto retorna ao tribunal de Nova York para responder a acusações de desacato relacionadas a seu julgamento criminal. O ex-presidente dos Estados Unidos está sendo processado por supostamente ter ocultado o pagamento para comprar o silêncio de uma ex-atriz pornô durante a campanha presidencial de 2016.

As acusações contra Trump incluem falsificação de documentos contábeis da empresa familiar, a Trump Organization, em um esforço para ocultar um pagamento de 130 mil dólares à atriz Stormy Daniels. O dinheiro foi destinado a comprar o silêncio de Daniels, que alegou ter mantido uma relação sexual com Trump em 2006, enquanto ele era casado com Melania Trump. Trump nega as acusações.

Se considerado culpado, Trump pode enfrentar uma pena de até quatro anos de prisão ou uma multa. Este julgamento marca a primeira vez na história dos Estados Unidos que um ex-presidente se senta no banco dos réus em um caso criminal.

Durante o início do julgamento na semana passada, a Promotoria de Manhattan acusou Trump de ter “orquestrado um esquema criminoso” para influenciar a eleição presidencial de 2016. A defesa do empresário alega que os pagamentos não foram ilegais e que ele é “totalmente inocente”.

No entanto, as acusações de desacato surgiram devido aos ataques públicos de Trump contra testemunhas e integrantes do júri em suas redes sociais. O juiz do caso, Juan Merchan, está avaliando se Trump violou as regras do tribunal ao atacar e insultar pessoas envolvidas no julgamento.

A promotoria pediu que Trump seja multado por suas declarações virulentas contra Stormy Daniels e seu ex-advogado Michael Cohen, que é uma testemunha chave da acusação. A defesa do ex-presidente argumentou que as proibições de atacar jurados e testemunhas são um ataque à sua liberdade de expressão.

O julgamento será retomado com o interrogatório de David Pecker, ex-presidente da editora do tabloide National Enquirer, conhecido por sua amizade com Trump. Pecker é uma testemunha importante que pode fornecer insights sobre as práticas da Trump Organization durante a campanha presidencial de 2016.

O desfecho deste julgamento terá grandes repercussões não apenas para Trump, mas também para o sistema judicial dos Estados Unidos e para o futuro da ética na política. O mundo aguarda ansiosamente para ver como essa batalha legal se desenrolará e qual será o veredicto final.

Via Folha de Pernambuco

Comente

Clique aqui para comentar

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: sex, 24 maio.

Advertisement

Advertisement

Categorias

plugins premium WordPress

You cannot copy content of this page