News

Ramadã 2021: o que significa esse mês santo e como comemorá-lo

O 9º mês do calendário islâmico é o mais sagrado dentro da cultura muçulmana e um momento de compaixão e autorreflexão.

  • O Ramadã, que neste ano ocorre até 12 de maio, celebra a primeira revelação do Alcorão a Maomé  
  • Durante o Ramadã, muçulmanos têm como objetivo crescer espiritualmente e fortalecer sua comunhão com Alá por meio de orações e jejuns 
  • Para abraçar o espírito do evento, Dubai dá as boas-vindas ao mês sagrado do Ramadã com experiências que destacam a herança da cidade, bem como suas atrações principais 

Desde o início do Ramadã, em 13 de abril, o significado do evento vem sendo discutido e muitos se perguntam por que é tão importante e sagrado. O Ramadã é uma tradição da religião islâmica e celebra a primeira revelação do Alcorão a Maomé, um líder religioso árabe, que os muçulmanos acreditavam ter acontecido no nono mês do calendário islâmico. Para honrar e dar as boas-vindas ao espírito deste mês sagrado, Dubai, como uma cidade predominantemente muçulmana, está abraçando sua herança e oferecendo uma variedade de experiências culturais para residentes e visitantes. 

Ao contrário do calendário gregoriano. que conta os anos pelas voltas que a Terra gira em torno do sol, o calendário islâmico é baseado nos meses lunares. Assim, o Ramadã é uma data móvel e, neste ano, vai até 12 de maio. 

A primeira revelação do Alcorão tornou o Ramadã um mês muito importante para os muçulmanos, razão pela qual o ritual de jejum ocorre. Seu propósito é permitir que os filhos de Alá se aproximem dele e cresçam espiritualmente. O jejum é uma prática obrigatória para os muçulmanos e deve ser realizado entre o nascer e o pôr do sol.  

O Ramadã tradicionalmente termina com uma celebração conhecida como Eid al-Fitr, que pode ser traduzida como “festival do jejum”. As comemorações podem durar até três dias e é muito comum as pessoas trocarem presentes entre si. 

You cannot copy content of this page
X