Geral

Profissionais de TI encaram a matemática e saem ganhando altos salários

Contabilidade
Sending
User Review
0 (0 votes)

Cerca de um milhão de vagas na área devem ser abertas no Brasil até 2025, segundo Brasscom

O mercado de trabalho para profissionais de Tecnologia da Informação (TI) está em expansão no Brasil. Até 2025, cerca de um milhão de empregos devem ser criados no país, segundo estimativa da Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação e de Tecnologias Digitais (Brasscom). Para atuar na área, que oferece salários bem acima da remuneração média nacional, é preciso ter conhecimento aprofundado em matemática.

A formação como um profissional de TI pode ser realizada por meio de diferentes cursos de nível superior, como análise de sistemas, ciência da computação, gestão em tecnologia da informação, engenharia da computação, sistemas de informação e tecnologia de banco de dados. 

Conforme a grade curricular, o estudante será habilitado para um segmento específico de atuação dentro da TI. Em todos os cursos, no entanto, ele vai se deparar com a matemática. As disciplinas de cálculo, álgebra linear e a geometria analítica servem como base para a formação profissional. Por isso, além de gostar de tecnologia, quem pretende atuar na área deve estar disposto a se relacionar com os números. 

Nas aulas de cálculo, o estudante de TI aprende, dentre outros conteúdos, sobre limites, derivadas e funções. O método das frações parciais é um grande aliado para a resolução das integrais, que também são abordadas durante a disciplina.

Nos estudos de álgebra linear e geometria analística, são abordados assuntos como equações diferenciais, vetores, produto misto, matrizes e sistemas lineares. O último inclui desde o aprendizado sobre operações com matrizes até chegar à resolução dos sistemas, passando pelas equações cartesianas.

Salário seis vezes maior do que a média nacional

Encarar a matemática e seguir uma formação como profissional de TI são atitudes que podem assegurar um futuro financeiro promissor. Além da expectativa de aumento da oferta de vagas no Brasil pelos próximos anos, os salários oferecidos para cargos da área são até seis vezes mais altos do que a remuneração média no país.

De acordo com a Relação Anual de Informações Sociais (Rais), divulgada em novembro do ano passado pelo Ministério da Economia, o salário médio nacional é de R$ 3.291,56. Já o levantamento realizado pelo Banco Nacional de Empregos (BNE) apontou que os cargos de TI oferecem remuneração média com valores entre R$ 9.036,90 e R$ 25.199,22.

Ainda segundo os dados do BNE, o salário médio de R$ 9.036,90 tem sido oferecido para o profissional que atua como engenheiro de desenvolvimento. Já aquele que assume o cargo de diretor de TI pode alcançar o valor de R$ 25.199,22.

Necessidade de novos profissionais

Com as mudanças promovidas pela pandemia da Covid-19, um número maior de empresas adotou o formato de trabalho remoto ou híbrido. Essa nova realidade criou uma demanda por profissionais de TI, situação que tende a aumentar nos próximos anos, na avaliação da Brasscom.

A associação, porém, teme que mais da metade das vagas previstas para serem abertas até 2025 não sejam preenchidas por conta da escassez de mão de obra qualificada no país.

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

CurrencyRate

Advertisement

You cannot copy content of this page

X
X