News

Presidente da COP28 diz que o mundo deve se unir na ação climática

Contabilidade
Sending
User Review
0 (0 votes)

O Presidente da COP28, Dr. Sultan Al Jaber, dirigiu-se a um número recorde de ministros e delegações de todo o mundo na sessão de abertura da Pré-COP, declarando que a comunidade internacional precisa se unir na ação climática e que “temos que avançar. Devemos nos unir. Devemos agir. E devemos entregar resultados em Dubai”,

A Pré-COP, que acontece hoje e amanhã em Abu Dhabi, é uma reunião preparatória de ministros e negociadores antes da COP28. O evento deste ano registou uma participação recorde, com 70 ministros e mais de 100 delegações reunidos na capital dos Emirados Árabes Unidos, mais do que o dobro do número normal de participantes numa Pré-COP.

Reconhecendo que “há demasiadas coisas por aí que dividem o nosso mundo neste momento”, o Presidente da COP28 declarou que “Agora, mais do que nunca, precisamos  nos unir em relação ao clima e transmitir uma mensagem clara de esperança, solidariedade, estabilidade e prosperidade. Precisamos  mostrar que a comunidade internacional pode entregar e enviar um sinal claro para  manter 1,5 ao nosso alcance.”

Al Jaber destacou que antes do Acordo de Paris, o mundo caminhava para mais de quatro graus de aquecimento, mas agora está a caminho de um aquecimento de dois a três graus, de acordo com os últimos relatórios: “Estamos caminhando na direção certa, mas nem de longe  rápido o suficiente”, alertou.

As partes “devem dar o melhor” na formulação de acordos  do que fizeram em conferências anteriores, afirmou o Dr. Al Jaber. “Não temos tempo a perder com a desunião”, alertou. “Devemos olhar além do pensamento de curto prazo, devemos acabar com as desculpas e os atrasos e redefinir o nosso interesse próprio como interesse comum.”

“Deixemos que este processo prove que o multilateralismo ainda funciona. Acredito que podemos cumprir a nossa responsabilidade. Eu sei que podemos.

O Presidente da COP28 reiterou a necessidade de dar uma resposta robusta ao Balanço Global e colocar o mundo novamente no caminho certo para cumprir os objetivos do Acordo Climático de Paris. Ele destacou as principais áreas de foco, incluindo um forte resultado de mitigação, um acordo de adaptação abrangente e “soluções inovadoras” em finanças. “Isso inclui a entrega do fundo e acordos de financiamento para perdas e danos”, acrescentou. “O que foi prometido em Sharm el Sheikh deve ser entregue em Dubai.”

“Deixemos que este processo prove que o multilateralismo ainda funciona. Acredito que podemos cumprir a nossa responsabilidade. Eu sei que devemos.”

“Precisamos de soluções concretas para uma redução de 43% nas emissões até 2030, porque é exatamente isso que a ciência nos diz”, disse o Dr. Sobre a questão dos combustíveis fósseis: “Sei que existem opiniões fortes sobre a ideia de incluir linguagem para se referir aos combustíveis fósseis e energias renováveis no texto negociado. Preciso que vocês trabalhem juntos para apresentar soluções que possam alcançar alinhamento, pontos em comum e consenso entre todas as partes. Devemos ser responsáveis. Devemos ser pragmáticos. E não devemos deixar ninguém para trás.”

Atualizando a reunião sobre políticas, o Presidente da COP28 disse: “Mais de 20 empresas de petróleo e gás responderam ao apelo da COP28 para acabar com as emissões de metano até 2030. E vejo um impulso positivo, à medida que mais se juntam. E estamos colaborando com todos os setores que apresentam  emissões elevadas, como o transporte pesado, o alumínio, o aço e o cimento, para definir planos de descarbonização críveis.” No que diz respeito às finanças, o Dr. Al Jaber enfatizou a importância de garantir fluxos de capital para onde são mais necessários, especificamente o Sul Global, e de reconstruir a confiança nas nações em desenvolvimento.

Falando sobre as promessas feitas, destacou que “antigas promessas devem ser cumpridas, como o compromisso de 100 bilhões de dólares. Estou grato pelo trabalho da Alemanha e do Canadá nesta temática e pelas garantias de que as coisas estão agora no caminho certo. Mas, no momento em que estou aqui, ainda não posso dizer com certeza que isso foi realizado.”

Ele também destacou a importância da adaptação, apelando ao cumprimento do Objetivo Global, e afirmou que “Devemos acabar com a desflorestação e preservar os sumidouros naturais de carbono… é o momento de todas as nações incorporarem investimentos positivos para a natureza nas estratégias climáticas nacionais”.

O Presidente da COP28 lembrou aos participantes que “o mundo está observando. As nossas nações, as nossas comunidades, as nossas famílias, os nossos filhos, todos estão observando. Então, vamos nos unir.”

“Temos o poder, devemos aceitar a responsabilidade”, concluiu. ““Este processo não deve falhar. Temos que avançar. Devemos entregar resultados em Dubai.”

Notas sobre COP28 Emirados Árabes Unidos:

  • A COP28 Emirados Árabes Unidos acontecerá na Expo City Dubai de 30 de novembro a 12 de dezembro de 2023. A Conferência deverá reunir mais de 70.000 participantes, incluindo chefes de estado, funcionários do governo, líderes da indústria internacional, representantes do setor privado, acadêmicos, especialistas, jovens e atores não estatais.
  • Conforme exigido pelo Acordo Climático de Paris, a COP28 dos Emirados Árabes Unidos apresentará o primeiro Balanço Global – uma avaliação abrangente do progresso em relação aos objetivos climáticos.
  • Os Emirados Árabes Unidos liderarão um processo para que todas as partes cheguem a um acordo sobre um roteiro claro para acelerar o progresso por meio de uma transição energética global pragmática e de uma abordagem de “não deixar ninguém para trás” para promover uma acão climática inclusiva.”
  • Os quatro pilares da Agenda de Ação da Presidência da COP28 são: acelerar a transição energética, fixar o financiamento climático, concentrar-se nas pessoas, nas vidas e nos meios de subsistência e apoiar tudo com total inclusão.

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: sáb, 9 dez.

Advertisement

Advertisement

Categorias

You cannot copy content of this page