Beleza Culinária Gastronomia Vida & Saúde Vida e Saúde

Nutricionista brasileira explica tudo sobre a Keto Diet

Quem vive nos Estados Unidos já percebeu que a preocupação com a alimentação saudável não é um ponto forte, prova disso é o grande número de obesos e o sucesso que os fast foods e frituras em geral fazem por aqui. Em meio a tantas dietas visando restabelecer a forma física e a saúde, a Keto Diet vem obtendo destaque e o melhor de tudo é que ao contrário de outras, ela não deixa ninguém “morrendo” de fome.

A nutricionista brasileira Ellen Zancanelli Jannuzzi, reside há 15 anos nos Estados Unidos, é proprietária da DietCare.US, que presta serviços para The Agatston Center for private medicine, onde dentre outros, trabalha com os doutores Arthur Agatston (autor e escritor do livro The South Beach Diet) e a doutora Cindy Shaffer, que é muito conhecida pela comunidade brasileira de Miami. Ellen aprova e recomenda a Keto Diet (também conhecida como dieta cetogênica ou Ketogenic Diet). “Li muitos livros, fiz muitos estudos e participo já há alguns anos do Congresso Low Carb, que é um dos mais completos, pois traz médicos de todo o mundo, então tenho acesso a diversos estudos científicos que me fizeram optar pela aplicação da Keto Diet para os meus pacientes, pois oferece bons resultados sem uma mudança tão drástica”.

Foto: Pexels/Dana Tentis

Como funciona a Keto Diet

Segundo a doutora Ellen a Keto Diet consiste em consumir bem pouco carboidrato, consumir moderadamente proteína e bastante gordura, o que pode causar uma certa estranheza, mas se tratam de alguns tipos de gordura, como as da pele do frango, do abacate, do coco, de carnes etc. “Esse mesmo tipo de dieta já é usada há muitas décadas. No começo, só para pacientes epiléticos para evitar que tivessem convulsões, mas, com o tempo, perceberam que ela poderia ser usada para ajudar a emagrecer, porque a gordura que sempre evitamos, é importantíssima, claro que de forma moderada. Quando tiramos o carboidrato, nosso corpo terá que produzir os corpos cetônicos e esses começam a usar a gordura armazenada para produzir energia, por isso, a pessoa queimará gordura a cada minuto. Entretanto é preciso frisar que para obter bons resultados é preciso seguir à risca a dieta, sem achar que pode pular um dia ou durante o fim de semana. Temos casos de pessoas que perderam dois quilos em cinco dias”.

Para realmente obter êxito na dieta, a doutora Ellen lista cinco passos: “Primeiro é seguir exatamente o pode, não se preocupando tanto com a quantidade no começo, pois, com o tempo, a pessoa passará a sentir bem menos fome e é aí o momento de entrar com o jejum intermitente e de diminuir o tamanho das porções; o segundo é fazer substituições, como ao invés de tomar um sorvete com açúcar refinado, trocar por um com adoçante natural como o eritritol, trocar o pão feito com farinha branca por um com farinha de baixo carboidrato; terceiro é saber se está com fome de verdade ou emocional, costumo dizer que fome emocional tem nome de restaurante e fome de verdade, você come um ovo, uma salada e já fica satisfeito; quarto é se hidratar bastante, pois como está consumindo mais proteína e gordura, os rins estão trabalhando um pouco mais, por isso, recomendo tomar 2,5 litros de água por dia; e quinto, perder o medo do sal (exceto para os possuem pressão alta), pois nessa dieta é preciso dele de potássio e magnésio”.

Foto: Pexels/Angele J.

Os grandes vilões

Apesar de ser adepta de uma dieta bem menos restritiva que outras, a doutora Ellen afirma que existem alguns tipos de alimentos que devem ser evitados sempre. “Cortar o açúcar refinado de qualquer gênero e aí incluo também qualquer alimento ou bebida que tenha ele, como doces, refrigerantes, bolos, sorvetes, chocolates, sucos de caixinha achocolatados, cereais, opte sempre por um açúcar mais natural. A farinha branca também deve ser evitada porque tem muito glúten e causa inflamações nas paredes intestinais”.
Como última dica, a doutora Ellen aconselha a todos “Descasquem mais e desembalem menos”.

Comente

Clique aqui para comentar

You cannot copy content of this page
X