Imigração

Brasileiros abandonam vida nos EUA após processos criminais

Sending
User Review
0 (0 votes)

Daniel Toledo, advogado especialista em Direito Internacional, revela que filha de imigrantes foi acusada de tráfico de drogas

Muitos brasileiros têm a possibilidade de colocar em prática o sonho de empreender e morar nos Estados Unidos legalmente, mas é importante haver atenção com quem os cerca no país norte-americano, para não vivenciar um pesadelo da noite para o dia.

Daniel Toledo, advogado que atua na área do Direito Internacional, fundador da Toledo e Associados e sócio do LeeToledo PLLC, escritório de advocacia internacional com unidades no Brasil e nos Estados Unidos, revela o caso de uma família brasileira que se viu obrigada a deixar o país após uma série de desventuras que levaram a problemas na justiça. “Tudo começa quando os pais dessa família fizeram a solicitação de um visto EB-5, baseado em sua intenção de empreender em solo americano. Com isso, após 24 meses da aprovação do visto e com o negócio já em curso, toda a família recebeu Green Cards e a permissão para residir permanentemente nos Estados Unidos”, relata.

De acordo com o advogado, o imbróglio começou quando a filha mais velha do casal estava em um passeio com seu novo namorado, um jovem rapaz americano. “Havia quatro pessoas dentro do carro com ela, que estava sentada no banco da frente enquanto seu namorado dirigia. O carro foi parado pela polícia e, durante a vistoria, foram encontradas no porta-luvas quantidades de cocaína e ecstasy, fazendo com que todos fossem parar na delegacia”, revela.

Toledo afirma que, ao chegar no departamento de polícia, a situação ficou ainda mais complicada para a filha dos imigrantes. “Nenhum dos passageiros do veículo assumiu ser o dono das drogas, nem mesmo o namorado da jovem. Com isso, a culpa caiu majoritariamente sobre a brasileira, dificultando a vida de toda a sua família, que vivia lá até então”, lamenta.

A imigrante foi presa, obrigando seus familiares a se movimentarem em busca de um advogado que pudesse resolver a situação. “Foi contratado um especialista em direito criminal e, após gastarem uma fortuna com o caso, conseguiram fazer um acordo de fiança para que a filha fosse solta e respondesse o processo em liberdade”, declara o advogado.

Com o inquérito em andamento, a família foi informada pelos advogados que o processo não seria resolvido de forma tão simples. “Os especialistas informaram que as chances da jovem brasileira ser condenada eram imensas, pois a quantidade encontrada no veículo poderia figurar como tráfico de drogas. A decisão imediata da família foi abandonar o país o mais rápido possível, sem nenhuma intenção de retorno”, relata Toledo.

Para o especialista em Direito Internacional, o caso mostra que é necessário estar atento não só para atos próprios, mas também com a atitude das pessoas que o cercam. “Essa família estava completamente estabelecida nos Estados Unidos, com imóveis adquiridos e empreendimentos em curso, mas tiveram que abandonar tudo por algo que foi encontrado no carro de uma pessoa que não tem um grande vínculo com eles. Portanto, é necessário estar atento com as pessoas que estão ao seu redor e, mais importante ainda, com as atitudes dessas pessoas”, finaliza.

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

CurrencyRate

Advertisement

You cannot copy content of this page

X
X