News

Dia Mundial da População e a coleta de dados inclusivos para progresso

Contabilidade
Sending
User Review
0 (0 votes)

Neste Dia Mundial da População, celebrado em 11 de julho, a ONU ressalta a importância de investir na coleta de dados para “compreender os problemas, adaptar soluções e promover o progresso”, conforme destacou o secretário-geral António Guterres.

Com o tema “para não deixar ninguém para trás, conte todos”, a diretora executiva do Fundo da ONU para População (Unfpa), Natalia Kanem, enfatiza que é crucial contar todas as pessoas, onde quer que estejam e quem quer que sejam, em toda a sua diversidade. Kanem aponta que a coleta de dados inclusivos é essencial para o progresso da humanidade, destacando que dados confiáveis são fundamentais para avanços em saúde reprodutiva, redução da mortalidade materna e promoção da igualdade de gênero.

Desigualdade e dados

Kanem acrescenta que, na celebração deste ano, a ênfase na coleta de dados inclusivos e na contagem de todas as pessoas, em todos os lugares, é destacada. Ela ressalta que os dados confiáveis ajudam a impulsionar os avanços globais no acesso das mulheres aos cuidados reprodutivos, reduções na morte materna e melhorias na igualdade de gênero.

Guterres lembra que este ano marca o 30º aniversário do Programa de Ação da Conferência Internacional sobre População e Desenvolvimento, onde líderes mundiais pediram dados confiáveis, oportunos e culturalmente relevantes, discriminados por gênero, etnia e outros fatores. Ele reforça que a saúde sexual e reprodutiva e os direitos reprodutivos das mulheres são pilares do desenvolvimento sustentável.

Progressos e desafios

Desde a adoção do programa, mais mulheres tiveram acesso a contraceptivos modernos, e as mortes maternas caíram 34% desde 2000. No entanto, Guterres ressalta que o progresso tem sido desigual e instável, e é “revoltante” que cerca de 800 mulheres morram desnecessariamente todos os dias durante a gravidez e o parto, a maioria em países em desenvolvimento. Ele alerta que, em alguns lugares, avanços legislativos no enfrentamento de questões vitais, como a mutilação genital feminina, correm o risco de retroceder.

Lacunas de informação

Embora as ferramentas de coleta e análise de dados tenham melhorado, Kanem aponta que essas mudanças também expuseram lacunas significativas de informações e riscos potenciais, incluindo a deturpação ou o uso indevido de dados. Em um mundo cada vez mais imprevisível, com rápido crescimento populacional, envelhecimento acelerado e mudanças climáticas, dados populacionais confiáveis são mais importantes do que nunca e devem ser usados para atender às necessidades de todos.

Coleta de dados segura

Kanem destaca que ferramentas de dados inovadoras podem trazer à tona questões invisíveis e ilustrar o quadro completo das experiências das pessoas, mas esses aplicativos devem ser gerenciados com cuidado. Ela explica que preconceitos e riscos à privacidade continuam sendo preocupações não resolvidas em relação a tecnologias como a inteligência artificial. O Unfpa aponta que, à medida que o mundo entra em uma nova era de coleta de dados, é necessário garantir que os processos respeitem os direitos das pessoas e protejam suas informações, ao mesmo tempo em que capturam experiências multifacetadas.

Fonte: ONU News

Foto: kanchanachitkhamma/Canva

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: ter, 23 jul.

Advertisement

Advertisement

Categorias

You cannot copy content of this page