Business

5 passos para quem deseja comprar imóvel nos EUA

Contabilidade
Sending
User Review
0 (0 votes)

Consultor imobiliário dá dicas para brasileiros que planejam investir no exterior.

De acordo com dados do Banco Central, a soma dos valores de bens de brasileiros no exterior ficou em US$ 558,387 bilhões no ano de 2020, um acréscimo de US$ 29,166 bilhões em relação à 2019. Uma das razões que levam a esses números está associada aos investidores, que acreditam que aplicar fora do país é algo positivo e tende a gerar uma maior diversidade na carteira de investimentos.

A partir desses dados, reconhece-se que o setor imobiliário é um dos caminhos para quem deseja investir e um dos responsáveis por esse valor na soma de bens no exterior. Para os brasileiros, o mercado imobiliário estadunidense, principalmente na Flórida, tem se mostrado uma ótima oportunidade.

Diante disso, Daniel Ickowicz, diretor de vendas da Elite International Realty (consultoria imobiliária que atua há mais de 30 anos na Flórida), indica 5 passos importantes para quem pretende comprar um imóvel nos Estados Unidos. Confira:

  • Definir quanto está disposto a gastar: o primeiro passo para adquirir um imóvel é ter em vista o quanto pretende investir. Hoje em dia, é possível comprar um imóvel na Flórida, por exemplo, por U$200.000. Além disso, outros valores que precisam entrar na conta são os gastos com a documentação.
  • Separar a documentação: para aqueles que pretendem adquirir um imóvel nos EUA a partir de crédito imobiliário (financiamento), é necessário ter passaporte com visto válido e documento que comprove renda (declaração do Imposto de Renda, extrato bancário ou aplicações). É importante avaliar se o imóvel será comprado por uma pessoa física ou jurídica, uma vez que ambas possuem suas vantagens.
  • Conhecer o processo: definido o quanto pretende gastar e com a documentação em dia, o próximo passo é encontrar um corretor de imóveis dos EUA. Segundo Ickowicz, “é recomendado que a compra seja realizada por meio de um corretor, uma vez que esse trata-se de um investimento de capital alto em um local com cultura diferente”. De acordo com o consultor, “um profissional de confiança pode melhor direcionar e inclusive apresentar profissionais capacitados em áreas jurídica, tributária e financeira”.
  • Abrir conta nos EUA e transferir valores: para efetivar a compra de imóvel nos Estados Unidos é recomendado ter uma conta no país. Uma cópia do passaporte é necessária para a abertura da conta. Dependendo da instituição financeira, um depósito mínimo de US$ 100 precisará ser efetuado. O corretor escolhido para o processo de compra poderá auxiliar você nessa etapa. Com a conta bancária aberta, é possível transferir os fundos para a compra do imóvel. Lembrando que essa transação deve seguir as regras do Banco Central do Brasil (BC).
  • Escolher a forma de pagamento: após seguir os passos de documentação e a escolha de corretor, é o momento de pensar na forma de pagamento do imóvel. São dois formatos possíveis: a vista ou via financiamento imobiliário. Informando previamente o corretor sobre a forma de pagamento, ele conseguirá auxiliar na parte burocrática de apresentação de documentos para as instituições financeiras. Válido lembrar que nem todos os imóveis estão aptos para financiamento.

Essas são algumas dicas essenciais para aqueles que sonham com a compra de um imóvel nos Estados Unidos. Seja para morar ou investir, o mercado imobiliário dos EUA tem apresentado boas possibilidades.

Comente

Clique aqui para comentar

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: seg, 22 jul.

Advertisement

Advertisement

Categorias

You cannot copy content of this page