btn facebook  btn youtube  btn twitter  btn google plus  acontece instagram  acontece issuu

 

Acontece Magazine
btn facebook   btn youtube   btn twitter  btn google plus  acontece instagram  acontece issuu
acontece logo darkred

Inauguração do Rio’s Pet Spa

Festa de inauguração do Rio’s Pet Spa
Festa de inauguração do Rio’s Pet Spa

North Miami, 11 de setembro de 2016
Inaugurou em North Miami a nova sede do Rio's Pet Spa & Boarding que após 10 anos em aventura esta se mudando para North Miami com serviços completos para gatos e cachorros que vai des de hotel, day care, banho, tosa, cuidados com dentes e lojinha, com excelente localização e acomodações de primeira. Um verdadeiro spa para animais.
Ficou tudo lindo, pensado e construído para recepcionar nossos “amores”. Todos os cômodos possuem iluminação com luz natural dos tetos solares.
A proprietária Patrícia Bastos demostrava estar muito feliz ao recepcionar amigos e clientes e mostrar como preparou tudo pensado nos mínimos detalhes. Alem do pet Spa o local continuará a oferecer aulas e qualificação para pessoas que desejam virar profissionais para ingressarem neste ramo com Qualificação da Golden Paws.
Serviço: Rio’s Pet Spa & Boarding,Inc. - 609 Ne 127 street North Miami Beach, Florida 33162 www.riospetspa.com
Fotos: Bill Paparazzi

View the embedded image gallery online at:
https://acontece.com/p#sigProIdea23afa5d5
> >

 

Os animais dos abrigos são saudáveis? Gostaria de adotar um!

A primeira coisa a fazer depois de adotar um pet é levá-lo ao veterinário!
A primeira coisa a fazer depois de adotar um pet é levá-lo ao veterinário!

Por Dra. Cecília Magalhães
Os animais dos abrigos são saudáveis? Gostaria de adotar um!

A chegada de um novo companheiro é sempre uma alegria. Ainda mais quando essa escolha é feita de coração aberto, adotando um animalzinho que está à espera de um lar. Além de adicionar a sua família mais um membro, você estará salvando uma vida. Infelizmente, os abrigos estão sempre superlotados e em consequência disso ocorrem milhões de casos de eutanásia anualmente.

Mas vamos lá. Existem alguns fatores a se considerar para que a adoção seja um sucesso. Um deles vem em forma de pergunta: por que esse animalzinho foi parar no abrigo? E isso se encaixa bem em outra pergunta: os animais de abrigos são saudáveis? Não se sabe. Esse animalzinho pode ter fugido e durante o processo ter se machucado e precisado de cuidados. Ou pode ter sido entregue porque tinha problemas de saúde ou de comportamento. Não há garantias então de o bichinho ser saudável, mas a maioria dos abrigos trata, vacina e castra os animaizinhos antes da adoção.

Existem locais com maior estrutura, sendo capazes de tratar e só colocar para adoção aqueles amiguinhos com maior possibilidade de ganhar uma nova família. E outros menores, que funcionam por meio de pessoas caridosas que abrigam pets em suas casas até eles encontrarem um novo lar. Informe-se, faça perguntas. Você não encontrará uma história muito longa sobre o pet, mas o máximo que você puder saber será importante para a sua decisão. Não haja somente pelo emocional.

Outra coisa: independentemente de adoção, tenha certeza de que você e sua família estão prontos para receber mais um membro. Adotar um animalzinho significa que vocês serão responsáveis por este ser por muitos anos. Olhe para o futuro e tente considerar como sua vida pode se modificar, assim vocês poderão tomar uma decisão mais consciente do momento certo para o novo integrante. Considere as despesas com veterinário, alimentação, treinamento e outros requerimentos de uma vida feliz e saudável para o seu amiguinho.

O veterinário deve ser a primeira visita do bichinho. Dessa forma, você se sentirá mais seguro para apresentar o pet para a sua família.
Parabéns e boa sorte!

Dica: o veterinário pode ajudá-lo na escolha do animalzinho certo para a sua família. Eduque-se quanto às necessidades específicas das raças, nível de energia, tipo de pelagem e não se esqueça de analisar a energia de seus familiares, como também o seu estilo de vida.

 

Minha cadelinha esta grávida? Impossível!

 Consulte sempre o seu veterinário para saber do real estado de saúde de seu pet

Por Dra. Cecília Magalhães
Recebo muitos telefonemas perguntando: “Como minha cadelinha pode estar grávida se ela não acasalou?”.

Não é bem gravidez. Ela está com pseudociese, também chamada de gravidez psicológica. Mais incomum nas gatinhas, mas os sintomas são parecidos.

Esse nome leva a uma interpretação errada do problema. Não é emocional mas, sim, um desequilíbrio hormonal. O ciclo reprodutivo da cadela é diferente do das mulheres. Vai de seis a oito meses e se torna mais irregular com a idade. Quando as cadelinhas ficam mais velhinhas, o ciclo não para, não há menopausa. O ponto em comum é o sangramento, mas na cadelinha é vaginal e significa o início da fase de proestro, quando ela não aceita o macho. Quando esta fase termina, ela entra no estro e está pronta para o acasalamento. E é nesse momento que ela ovula. Nas gatinhas, a ovulação só ocorre durante o acasalamento.

O desequilíbrio hormonal é muito mais comum do que se imagina e faz com que a cadelinha desenvolva sinais de gravidez. Aparece aproximadamente de dois a três meses após o cio e dura em média três semanas. Ela tem a tendência de esconder os brinquedos em um lugar protegido, como se estivesse fazendo um ninho, e também pode se tornar mais agressiva, pois está tentando proteger os “filhotes”. Há um aumento das mamas com produção de leite, a barriga pode ficar ligeiramente aumentada, tem falta de apetite e às vezes a fêmea fica impaciente e chorosa. A gravidez psicológica é bem comum nas cadelinhas, sendo uma fase muito estressante para ela. Além dos sintomas emocionais, os sintomas físicos, como a produção de leite, podem trazer desconforto e ter consequências mais graves. Não havendo filhotes para utilizar o leite produzido, as tetas ficam muito doloridas e pode se desenvolver uma infecção, a mastite. Outros problemas que podem surgir são: infecção de útero, piometra e tumor de mama. A maioria dos tratamentos são ineficazes e paliativos.

Dica: a gravidez psicológica não é engraçada, mas muitos levam na brincadeira. Nem é para ser ignorada. Se sua cadelinha está com problemas que causam desconforto e dor, ela precisa de ajuda veterinária o quanto antes. A única forma de você evitar que isso aconteça novamente, assim como todos os problemas associados a esse desequilíbrio, é castrando-a.

 

 

O meu pet tem muito medo de fogos de artifício. Como devo lidar com isso?

Treine o seu pet com os “quartinhos personalizados”. Vão se sentir mais seguros e protegidos
Treine o seu pet com os “quartinhos personalizados”. Vão se sentir mais seguros e protegidos

Por Dra. Cecília Magalhães
Muitos cães e gatos têm uma reação própria ao barulho e às luzes emitidas pelos fogos de artifício, assim como por tempestades com trovoadas. Alguns ignoram, mas outros podem entrar em total pânico. E aí é que está o perigo. São capazes de fazer coisas inimagináveis tentando se proteger.

Como os animais não sabem de onde vem o som e o consideram uma ameaça, na tentativa de fuga podem atravessar ruas, portas, e até pular de janelas sem ter a menor noção do risco. Infelizmente, nos dias tradicionais de festividades com fogos de artifício acontecem mais atropelamentos, ferimentos e mortes de animais. E não é muito diferente no caso das tempestades, as quais não podemos sempre prever com precisão.

Nesses dias não deixe o seu animalzinho sozinho, e se for imprescindível deixá-lo, encontre outra pessoa que o conheça ou uma hospedagem onde ele possa ficar seguro. E muito importante: informe-se sobre a clínica de emergência mais próxima de sua casa. Quando estamos em uma situação de risco é difícil pensar claramente, por isso, antecipe-se.

Certos comportamentos são clássicos do pet ansioso: babar, caminhar incessantemente, ficar ofegante, tremer, demonstrar grande necessidade de atenção chorando, pulando e passando as patinhas nas pessoas e se escondendo até em lugares difíceis de serem alcançados.

Podemos tomar algumas atitudes para manter esse animalzinho mais calmo e seguro. Mas não se iluda achando que somente uma dessas sugestões solucionará o problema. É um processo que necessita de muita paciência e persistência.
• Desde cedo, treine o seu pet com as gaiolas, “quartinhos personalizados”. Vão se sentir mais seguros e protegidos.
• Use feromônios sintéticos, pois podem dar a eles uma sensação de bem-estar.
• Existem remédios prescritos pelo seu veterinário, desde medicamentos naturais a calmantes e ansiolíticos, que devem ser usados com muito controle e cuidado. A homeopatia e os florais também podem ajudar.
• Use roupinhas de compressão, que acalmam o seu pet, e também protetores de ouvidos.
• Em casos extremos, procure um veterinário especializado em comportamento, que além de diagnosticar o problema pode ensinar técnicas de mudança de comportamento e condicionamento.

Dica: não haja no último minuto, pois existem muitas escolhas com diferentes tempos de implementação e resultado. Converse com o seu veterinário para decidirem juntos quais as melhores opções para ajudar o seu pet.

Com planejamento, todos poderão passar por tempestades climáticas e emocionais e ainda aproveitar os fogos sem estresse.
Boas Festas!

 

O que faz o meu pet beber mais água e perder pelos?

Se seu pet estiver bebendo mais água que o normal, vale uma visita ao vet!

Por Dra. Cecília Magalhães

Esta é uma pergunta que clientes fazem frequentemente. E uma das respostas para ela pode ser: uma doença comum que, infelizmente, muitos “pais” desconhecem.

Síndrome de Cushing, ou hiperadrenocorticismo, é uma doença endócrina, observada quando o organismo é exposto ao excesso de cortisona por um longo tempo. Pode afetar cães, gatos e até humanos.

Não existe cura mas, sim, tratamento para controlar os sintomas.

Essa cortisona chamada cortisol é guardada por uma pequena glândula, as adrenais. Quando o organismo está sob estresse, ela é liberada, preparando o corpo para a “guerra”.

Se seu pet estiver bebendo mais água e urinando excessivamente, com muito apetite, o abdômen aumentado, com fraqueza muscular, respiração acelerada, pressão alta ou perdendo pelos, vale uma visita ao veterinário. Seu peludo pode ter Cushing.

O processo da doença é um pouco complexo, mas simplificando, podemos dizer que uma outra glândula, a pituitária, localizada na base do cérebro, controla as glândulas adrenais, que ficam acima dos rins. Dependendo da glândula afetada, normalmente por um tumor, não necessariamente maligno, o diagnóstico e o tratamento podem variar. Em geral, fazemos exame de sangue, radiografias e ultrassom. O tratamento inclui de comprimidos até cirurgia.

A cortisona é um excelente anti-inflamatório e, dentre várias utilidades, pode ser usada para controlar dor e alergias. Mas existem diferentes “cortisonas”, portanto, é muito importante que usemos o tipo certo, para o problema certo, na hora certa e na dose certa.

Dica: muito cuidado com a automedicação. Não use cortisona injetável, na forma de comprimidos, pomadas ou cremes sem a orientação do seu veterinário. Você pode levar seu pet a desenvolver Cushing, uma doença crônica e debilitante.

 

Próximo
“Marvel Universe Live! Age of Heroes”

Jan/17 até Jan/21 - “Marvel Universe Live! Age of Heroes”

Um show de super-heróis acontece entre os dias 17 e 21 de…
Brazilian Voices Jazz & Samba

Jan/18 - Brazilian Voices Jazz & Samba

O que: Show do Brazilian Voices Espetáculo "Jazz & Samba”.…
Cher: “Here We Go Again”  Tour -

Jan/19 - Cher: “Here We Go Again”  Tour

A cantora americana Cher traz a sua turnê “Here We Go…
“Florida Grand Opera: The Marriage of Figaro”

Jan/26 até Fev/03 - “Florida Grand Opera: The Marriage of Figaro” -

A “Florida Grand Opera: The Marriage of Figaro” acontece…
Toni Braxton With Special Guests SWV - “As Long As I Live” Tour

Jan/29 - Toni Braxton With Special Guests SWV - “As Long As I Live” Tour

Sete vezes vencedora do Grammy, a cantora americana de R&B…

Videos

CLIQUE NA IMAGEM PARA ABRIR O VÍDEO

 

Karmel Bortoleti

Making of do ensaio fotográfico de Karmel Bortoleti para a editoria fashion da edição de abril de 2017 da Acontece Magazine


Ensaio fotográfico do ator Caio Castro em Miami para a Acontece Magazine de agosto de 2017

Ensaio fotográfico do ator Caio Castro em Miami para a Acontece Magazine de agosto de 2017


Vera Viel posa com tema náutico para a Acontece Magazine em Miami

Vera Viel posa com tema náutico para a Acontece Magazine em Miami


Ensaio Fotográfico

Ensaio fotográfico com as modelos Cate Chant e Flavianny Nassimbeni para a editoria Fashion da edição de maio de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Making Of Abril 2016

Ensaio fotográfico com Karmel Bortoleti para a editoria Fashion da edição de abril de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de março

Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de março de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Acontece Magazine - Making of - Karina Bacchi - March 2016

Acontece Magazine - Making of - Karina Bacchi - March 2016


Ensaio Fotográfico

Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de fevereiro de 2016 da Acontece Magazine


Making Of Janeiro 2016

Making of do ensaio fotográfico para a capa e a editoria fashion da edição de janeiro de 2016 da Acontece Magazine com a participação da modelo Andrea Méndes Arroio


Making Of Dezembro

Acontece Magazine Making of de Dezembro 2015




Our website is protected by DMC Firewall!