btn facebook  btn youtube  btn twitter  btn google plus  acontece instagram  acontece issuu

 

Acontece Magazine
btn facebook   btn youtube   btn twitter  btn google plus  acontece instagram  acontece issuu
acontece logo darkred

Inauguração do Rio’s Pet Spa

Acontece Magazine 20160911 Dest Inauguracaoriopet 10

Festa de inauguração do Rio’s Pet Spa
Festa de inauguração do Rio’s Pet Spa

North Miami, 11 de setembro de 2016
Inaugurou em North Miami a nova sede do Rio's Pet Spa & Boarding que após 10 anos em aventura esta se mudando para North Miami com serviços completos para gatos e cachorros que vai des de hotel, day care, banho, tosa, cuidados com dentes e lojinha, com excelente localização e acomodações de primeira. Um verdadeiro spa para animais.
Ficou tudo lindo, pensado e construído para recepcionar nossos “amores”. Todos os cômodos possuem iluminação com luz natural dos tetos solares.
A proprietária Patrícia Bastos demostrava estar muito feliz ao recepcionar amigos e clientes e mostrar como preparou tudo pensado nos mínimos detalhes. Alem do pet Spa o local continuará a oferecer aulas e qualificação para pessoas que desejam virar profissionais para ingressarem neste ramo com Qualificação da Golden Paws.
Serviço: Rio’s Pet Spa & Boarding,Inc. - 609 Ne 127 street North Miami Beach, Florida 33162 www.riospetspa.com
Fotos: Bill Paparazzi

View the embedded image gallery online at:
https://acontece.com/p#sigProIdea23afa5d5
> >

 

Geriatria animal

Leve o seu pet para uma consulta a cada seis meses a partir dos 9 anos de idade
Leve o seu pet para uma consulta a cada seis meses a partir dos 9 anos de idade

Por Dra. Cecília Magalhães

Quando trazemos um filhote para casa, temos que entender e aprender como são as fases de crescimento deste novo ser, que será o nosso melhor amigo.
Tenho notado que muita gente tem grande dificuldade em reconhecer e aceitar que aquele filhotinho que chegou tão desprotegido a sua casa, hoje é idoso e precisa de cuidados especiais. Cães e gatos são considerados geriátricos ou “seniors” quando chegam a aproximadamente 9 anos de idade.

Mas com a ajuda da medicina, engenharia, novas leis e maior conhecimento, estamos em uma era em que podemos viver muito mais e termos uma vida mais plena do que os nossos antepassados. E com toda essa evolução, os nossos animaizinhos de estimação também estão vivendo mais, mas nem sempre com a qualidade que podemos proporcionar a eles.

Segundo a Associação Americana de Hospital Animal (AAHA), menos de 20% dos animais de estimação recebem acompanhamento regular de um veterinário. Este é um número que não condiz com o amor e o cuidado que prometemos e devemos a eles em retribuição ao carinho e amor incondicional que nos dão por toda a vida.

Portanto, hoje, quero alertá-los para alguns sinais que podem estar passando despercebidos e merecem sua atenção:
• Confusão ou desorientação: seu pet pode esquecer alguns comandos e até ficar confuso quando é chamado. Pode ser um declínio na sua cognitividade, relacionada ao cérebro. Mas também pode ser sinal de problemas auditivos ou visuais.
• Mancar: o seu pet pode acordar mancando e melhorar durante o dia ou mancar por tanto tempo que tem perda muscular. Determinar se a dor é na parte óssea ou na parte muscular ou ligamentos é importante para a escolha do medicamento e/ou exercício apropriado para ajudá-lo.
• Mau hálito: pode ser um sinal de doença dental ou mesmo mais profunda. Alguns sinais de piora, além do mau hálito, incluem: esfregar a pata na boca, não comer a quantidade de comida a que está acostumado, deixar comida cair no chão durante a mastigação e gotas de sangue na água ou na comida. Nunca é tarde para cuidar da boca e dos dentes do seu pet.
• Urinar ou defecar mais frequentemente ou em lugares diferentes do usual: é um sinal muito importante. Não é má-criação, o seu pet também fica triste quando comete esses erros. Ajude-o e não o repreenda.
• Sonolência: é normal dormirmos mais quando envelhecemos e o mesmo se passa com os nossos pets. Mas problemas hormonais, de visão, de audição, cognitivos e de dor também são fatores que o fazem dormir mais.

Dica: somente com a ajuda do seu veterinário você pode prevenir o sofrimento e desconforto do seu melhor amigo. Leve-o para uma consulta a cada seis meses a partir dos 9 anos de idade. Siga as orientações recebidas e não o medique por conta própria.

 

Passeio de barco é para pet também?

Se o seu pet é do tipo que adora água e está acostumado a nadar, pode ser um programa muito divertido
Se o seu pet é do tipo que adora água e está acostumado a nadar, pode ser um programa muito divertido

Por Dra. Cecília Magalhães
O verão acabou, mas não na Flórida. Uma das grandes vantagens em viver num estado ensolarado é a de poder aproveitar o calor, o sol e o mar praticamente o ano todo. O cheiro da brisa marinha e o vento no rosto podem ser revitalizantes. Por que não proporcionar ao seu melhor amigo de quatro patas essa mesma sensação e levá-lo para um passeio de barco?
E é ele mesmo quem vai determinar se fará parte do seu próximo passeio. Se é do tipo que adora água e está acostumado a nadar, pode ser um programa muito divertido. Mas se tem medo de água e não está acostumado com barco, pode ser uma tortura para você e para ele. Planeje tudo com tempo e paciência.

Algumas dicas:
• Se for a primeira vez que você leva o seu pet para um passeio de barco, vá com calma. Apresente-o para o barco e o movimento da água devagar. Leve-o várias vezes para entrar no barco enquanto atracado. Depois que ele tomar confiança é a hora de experimentar a liberdade das águas. Os primeiros passeios devem ser curtos, para que ele se acostume com o movimento e os diferentes barulhos.
• Faça uma longa caminhada antes de colocar o seu pet no barco, a fim de evitar acidentes desnecessários, mas caso esteja acostumado, planeje um local próprio, como o banheiro.
• Lembre-se que existe medicamento contra enjoo, próprio para pets. Informe-se com seu veterinário antes do passeio.
• Tenha sempre em mãos uma caixa de primeiros socorros. Não vai achar uma farmácia na primeira onda.
• Forneça uma área coberta para evitar que seu companheirinho sofra com o calor e tenha certeza de que o convés e outras superfícies não queimem as suas patas.
• Sempre leve água fresca suficiente para o passeio. Não estimule o seu pet a beber água do mar por ser salgada e causar sérios problemas e evite a de lago, que pode estar contaminada.
• Talvez o mais importante e indispensável: coloque um salva-vidas apropriado para o tamanho e peso do seu pet. Os cães já nasceram sabendo nadar, precisam somente de uma orientação para não entrarem em pânico. Mas algumas raças, como o Bulldog, têm mais dificuldade de se manter na superfície. Faça um “test drive” antes de realmente precisar usar.
Última dica: se está planejando viajar de barco para outros países, seu pet vai precisar de documentação apropriada. Prepare tudo com antecedência e mantenha os documentos sempre em dia.
Bom passeio!

 

 

Conheça o ABC do CBD

Sempre consulte um veterinário para ajudá-lo a encontrar o tratamento  e a dose ideal de medicamentos para seu pet
Sempre consulte um veterinário para ajudá-lo a encontrar o tratamento e a dose ideal de medicamentos para seu pet

Por Dra. Cecília Magalhães

Devo dar CBD para meu pet? Esta é uma pergunta que vários clientes vêm me fazendo nos últimos tempos. Nosso objetivo hoje é justamente tentar dar algum sentido a essa sopa de letrinhas que está em todas as mídias e aos possíveis benefícios do óleo de CBD para o seu animalzinho. A maconha e o cânhamo (hemp) fazem parte do grupo das cannabis, assim como o limão e a laranja fazem parte das frutas cítricas. Ou seja, não são a mesma coisa, mas têm uma relação. Existem aproximadamente 400 componentes químicos no grupo das cannabis, dos quais cerca de 113 são canabinoides, que têm efeito direto nas células animais.

O princípio mais conhecido é o psicoativo, procurado para fins recreativos, sendo provocado pelo THC (tetrahidrocanabidiol), presente em alta concentração na maconha e muito baixo no cânhamo. O cheiro característico da maconha dado pelas terpinas não é encontrado no cânhamo.

O THC, segundo um seguro de saúde animal, tem sido o causador de vários casos de intoxicação, causando desequilíbrio, batimento cardíaco irregular, problemas respiratórios e incontinência, dentre outros. Já o CBD (canabidiol), encontrado em altas quantidades no cânhamo e em baixa na maconha, parece ter efeito anti-inflamatório e atuar contra a ansiedade, e não tem efeito psicoativo. Importante entendermos as diferenças, sendo que o foco aqui é no impacto do CBD no tratamento do seu pet.

Os veterinários dos EUA eram proibidos e, ao mesmo tempo, muito cautelosos em discutir e prescrever o uso de CBD para tratamento dos animais.

Mas em dezembro do ano passado foi liberado o uso de CBD de cânhamo na veterinária, notando que o uso medicinal da maconha no tratamento de animal ainda é proibido. Desde então, vários pesquisadores e universidades que estavam interessados em desenvolver pesquisas do uso do CBD de cânhamo começaram projetos em convulsão, ansiedade, combate às células cancerígenas, dor, estimulante de apetite e estomatite em gatos. Alguns efeitos colaterais mais encontrados em animais com o CBD foram a letargia e a sonolência.

Antes de 2018, os donos, ansiosos, tentando ajudar seus pets, usavam CBD produzido por grupos sem conhecimento de dose, efeito, toxicidade ou mesmo interação com outros remédios ou suplementos os quais o pet estava tomando. Como ainda estamos na fase inicial de pesquisa dos efeitos do óleo de CBD, gostaria de fazer alguns alertas caso você resolva obter o produto para o seu pet.
• Não compre produtos humanos, que podem conter substâncias como o xilitol, tóxico para cães e gatos.

• Produtos comprados na internet ou de produtores não acostumados com o processo podem não ter a potência descrita no frasco.

• Usa-se uma quantidade muito grande de cânhamo para produzir uma quantidade muito pequena de óleo de CBD. Tenha certeza de que o produtor não está usando plantas com pesticida ou metais pesados que estarão muito mais concentrados no produto final.

E fica a dica: não automedique seu melhor amigo. Sempre consulte um veterinário para ajudá-lo a encontrar o tratamento e a dose ideal de medicamentos.

 

Pet kit furacão. Como se preparar?

O transporte de seu pet deve ser seguro e confortável
O transporte de seu pet deve ser seguro e confortável

Uma lista para ajudar a diminuir o seu estresse durante a temporada de furacão.

Nós, que vivemos na Flórida, sabemos bem o estresse e a destruição de um furacão.
A temporada oficial vai de 1º de junho a 30 de novembro. Nesse período, nós nos preparamos com estoque especial de comida, água, remédio, e protegemos as nossas casas da melhor forma possível.
Por que não fazermos o mesmo para os nossos pets?
Aqui vai uma lista para ajudar a diminuir o seu estresse desta época:
- Canil: o seu pet se sente confortável dentro de uma caixinha ou canil de viagem? Se a resposta for não, agora é a hora de ensiná-lo de que esses meios de transporte são o “quarto” deles e que são seguros e confortáveis.
- Microchip: se o seu pet não tem um, coloque. Se tiver, atualize seu telefone e endereço. Adicione um número de emergência, de alguém que não mora na mesma residência.
- Remédios: prepare uma caixa plástica com remédios para duas semanas. Verifique as datas de expiração e deixe pronta até o final da temporada.
- Comida: se seu pet necessita de comida especial, tenha um estoque de, no mínimo, duas semanas em uma caixa de plástico, bem fechada. Também verifique a data de validade dos produtos.
- Água: tenha quantidade de água para duas semanas em garrafas plásticas para sua família, incluindo para seu companheiro de quatro patas. É fácil de fazer: meça a quantidade de água ingerida pelo animalzinho em 24 horas e a multiplique por 15.
- Não se esqueça de cobertores, toalhas e brinquedos favoritos.
Dica: espero que nunca precise usar o seu pet kit furacão, mas tenho certeza de que ficará muito feliz em tê-lo caso necessite.

Por Dra. Cecilia Magalhães - Foto: Covercraft

 

Próximo
Transmissão do jogo da final da Libertadores com Flamengo x River Plate

Nov/23 - Transmissão do jogo da final da Libertadores com Flamengo x River Plate

Transmissão da final da Libertadores com Flamengo x River…
Evento Bizwatts Network com o tema:  "Uma Noite em São Paulo”

Nov/23 - Evento Bizwatts Network com o tema: "Uma Noite em São Paulo”

Atenção Empresários e Empreendedores!Deseja anunciar sua…
Show de Lulu Santos

Nov/23 - Show de Lulu Santos

O ícone da música pop brasileira Lulu Santos está de volta…
Festival “Boi no Rolete” com Guilherme e Santiago

Nov/24 - Festival “Boi no Rolete” com Guilherme e Santiago

Churrasco com muita musica e diversão em uma domingueira…
Ariana Grande

Nov/27 - Show de Ariana Grande

Devido a uma procura do público muito acima do normal na…

Videos

CLIQUE NA IMAGEM PARA ABRIR O VÍDEO

 

Karmel Bortoleti

Making of do ensaio fotográfico de Karmel Bortoleti para a editoria fashion da edição de abril de 2017 da Acontece Magazine


Ensaio fotográfico do ator Caio Castro em Miami para a Acontece Magazine de agosto de 2017

Ensaio fotográfico do ator Caio Castro em Miami para a Acontece Magazine de agosto de 2017


Vera Viel posa com tema náutico para a Acontece Magazine em Miami

Vera Viel posa com tema náutico para a Acontece Magazine em Miami


Ensaio Fotográfico

Ensaio fotográfico com as modelos Cate Chant e Flavianny Nassimbeni para a editoria Fashion da edição de maio de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Making Of Abril 2016

Ensaio fotográfico com Karmel Bortoleti para a editoria Fashion da edição de abril de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de março

Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de março de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Acontece Magazine - Making of - Karina Bacchi - March 2016

Acontece Magazine - Making of - Karina Bacchi - March 2016


Ensaio Fotográfico

Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de fevereiro de 2016 da Acontece Magazine


Making Of Janeiro 2016

Making of do ensaio fotográfico para a capa e a editoria fashion da edição de janeiro de 2016 da Acontece Magazine com a participação da modelo Andrea Méndes Arroio


Making Of Dezembro

Acontece Magazine Making of de Dezembro 2015




DMC Firewall is a Joomla Security extension!