btn facebook  btn youtube  btn twitter  btn google plus  acontece instagram  acontece issuu

 

Acontece Magazine
btn facebook   btn youtube   btn twitter  btn google plus  acontece instagram  acontece issuu
acontece logo darkred

As mulheres em destaque na arte

Portrait of a Young Lady - 1625 Pintada por Sofonisba Anguissola - Pensa-se que pode ser Leonor De Medici
Portrait of a Young Lady - 1625 Pintada por Sofonisba Anguissola - Pensa-se que pode ser Leonor De Medici

Desde que o mundo da arte existe, grandes talentos masculinos sempre foram destaque, aliás, as artistas mulheres eram quase inexistentes. Nunca foi por falta de talento e, sim, por puro preconceito. Hoje, aos poucos, as grandes artistas estão sendo reconhecidas por museus do mundo inteiro.

Uma série de grandes exposições em todo o mundo está finalmente dando destaque às artistas femininas do Renascimento e do Barroco. Depois de muito tempo na sombra de seus colegas homens, parece que museus e galerias despertaram para a qualidade das obras dessas mulheres e seu apelo ao público.

O Museo Nacional del Prado está exibindo o trabalho de Sofonisba Anguissola e Lavinia Fontana como parte de sua programação de 200 anos. Anguissola era uma retratista célebre no final dos séculos XVI e XVII, cuja fama lhe valeu um lugar como dama de companhia de Isabel de Valois na corte do rei Filipe II da Espanha. Fontana trabalhou na mesma época em Roma e Bolonha, desconsiderando os limites de gêneros impostos a seu sexo, até pintando a partir do nude - uma prática da qual as mulheres eram geralmente excluídas na época.

Hoje no museu Prado existe uma demanda constante para que se mostre mais o trabalho das mulheres. Na conferência de imprensa da exposição feminina o diretor do Prado, Miguel Falomir, disse que o museu queria adquirir mais pinturas de mulheres, mas faltava trabalho no mercado.

Os números de vendas de obras de artistas femininas ainda são pálidos em comparação com os de seus contemporâneos masculinos, mas este ano, a Sotheby’s pressionou e conseguiu alcançar preços recordes no processo. O crescente interesse dos colecionadores pode dificultar ainda mais a aquisição de tais obras pelos museus.

O Museu Nacional das Mulheres nas Artes de Washington DC não tem o mesmo problema com sua coleção. Sua exposição atual, “Mulheres artistas da idade de ouro holandesa” - que apresenta obras de Judith Leyster, Rachel Ruysch e Maria Schalcken, entre outras -, surgiu por causa da abundância de obras do museu por mulheres da época. É a primeira exposição desse tipo nos EUA, e a curadora Virginia Treanor espera que isso ajude a dissipar “o mito do excepcionalismo”.

Ao reunir oito artistas femininas em um show e examinar seus caminhos diferentes, o Treanor tem como objetivo destacar a variedade de suas experiências, que muitas vezes tinham “mais a ver com seu status econômico e social do que com seu gênero”. Desenvolver as histórias de artistas que já são conhecidos é uma coisa; organizar uma exposição para alguém que é completamente desconhecido é outra.
A historiadora de arte Katlijne Van der Stighelen redescobriu pela primeira vez a pintora barroca Michaelina Wautier nos anos 90, mas achou impossível conseguir apoio para uma exposição, já que os museus não arriscariam apostar em um artista desconhecido. Mas em 2018, ela finalmente teve sua chance. Depois de apontar que nenhuma grande mostra de museu da região se concentrou em uma artista barroca, Van der Stighelen teve a oportunidade de apresentar o portfólio de Wautier. “Mais e mais pessoas perceberam que ela era realmente excepcional”, disse ela. Foi-lhe oferecido um orçamento substancial para exposições e um local, o Museu an de Stroom de Antuérpia (MAS), bem como o apoio à completa infraestrutura do departamento cultural da cidade de Antuérpia.

A resposta excedeu tudo o que Van der Stighelen ou MAS poderiam esperar. Tanto a imprensa nacional quanto a internacional foram atraídas pelo “elemento surpresa” de um artista tão tecnicamente realizado, mas completamente desconhecido. Quando o show foi encerrado em setembro de 2018, cerca de 40.000 visitantes o viram - cerca de quatro vezes o número normal para um show de verão no MAS, de acordo com Van der Stighelen. Desde o encerramento da exposição Wautier, o catálogo continuou a vender bem.

O lugar de Artemisia Gentileschi no cânone está seguro já há algum tempo, mas a história de seu estupro aos 17 anos e a tortura que sofreu durante o julgamento subsequente tendem a ofuscar sua arte nos últimos anos. Uma exposição na Galeria Nacional de Londres na próxima primavera a apresentará mais “completamente na rodada”, segundo a curadora Letizia Treves. Ela acredita que a força e a originalidade de Gentileschi estão na “perspectiva e sensibilidade femininas” que ela trouxe para seus assuntos frequentemente vulneráveis, o que contrastava bastante com o de seus contemporâneos do sexo masculino. “Ela ficou sozinha por grande parte de sua vida, encarregada de sua vida pessoal e profissional”, acrescentou.

A exposição contará com cerca de 35 obras e pretende ser a melhor das melhores e apresentá-la da melhor forma possível, concluiu Treves.

Portrait of a Young Lady - 1625 Pintada por Sofonisba Anguissola - Pensa-se que pode ser Leonor De Medici

Susana e os Anciões - 1622 - Pintada por Artemisia Gentileschi

 

Pinit Fg En Rect Red 20
e-max.it: your social media marketing partner

Notícias Relacionadas

Entrevistas
O brasileiro que desbravou Wynwood

Por Connie Rocha Nascido no Rio de Janeiro, formado em Comunicação Social, amante da música e das artes  e expertise em mercado financeiro, Michael Krymchantowski é exemplo de um empreendedor visionário....

Alegria do Cirque du Soleil

Dez/13 a Jan/26 - Alegria do Cirque du Soleil

Aclamado pelo mundo todo há décadas, o espetáculo Alegria…
Florida Grand Opera: Madama Butterfly

Jan/18 a Jan/26 - Florida Grand Opera: Madama Butterfly

Um caso de amor que dá terrivelmente errado em um encontro…
Jurassic World Live Tour

Jan/23 a 26 - Jurassic World Live Tour no BB&T&T Center

Diversão e sustos garantidos! Prepare-se para embarcar em…
Banda PRATO - Show tributo á Paralamas do Sucesso

Jan/23 - Banda PRATO - Show tributo á Paralamas do Sucesso

A banda PRATO ira tocar , em português e espanhol, as…
Mind The Gap

Jan/24 - Mind The Gap

Mind the Gap frequentemente visto em Londres é um evento…

Videos

CLIQUE NA IMAGEM PARA ABRIR O VÍDEO

 

Karmel Bortoleti

Making of do ensaio fotográfico de Karmel Bortoleti para a editoria fashion da edição de abril de 2017 da Acontece Magazine


Ensaio fotográfico do ator Caio Castro em Miami para a Acontece Magazine de agosto de 2017

Ensaio fotográfico do ator Caio Castro em Miami para a Acontece Magazine de agosto de 2017


Vera Viel posa com tema náutico para a Acontece Magazine em Miami

Vera Viel posa com tema náutico para a Acontece Magazine em Miami


Ensaio Fotográfico

Ensaio fotográfico com as modelos Cate Chant e Flavianny Nassimbeni para a editoria Fashion da edição de maio de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Making Of Abril 2016

Ensaio fotográfico com Karmel Bortoleti para a editoria Fashion da edição de abril de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de março

Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de março de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Acontece Magazine - Making of - Karina Bacchi - March 2016

Acontece Magazine - Making of - Karina Bacchi - March 2016


Ensaio Fotográfico

Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de fevereiro de 2016 da Acontece Magazine


Making Of Janeiro 2016

Making of do ensaio fotográfico para a capa e a editoria fashion da edição de janeiro de 2016 da Acontece Magazine com a participação da modelo Andrea Méndes Arroio


Making Of Dezembro

Acontece Magazine Making of de Dezembro 2015




Our website is protected by DMC Firewall!