btn facebook  btn youtube  btn twitter  btn google plus  acontece instagram  acontece issuu

 

Acontece Magazine
btn facebook   btn youtube   btn twitter  btn google plus  acontece instagram  acontece issuu
acontece logo darkred

No mercado de câmbio: Dólar abrindo em alta (14 de junho de 2019)

Dólar abrindo em alta
Dólar abrindo em alta

Oferecimento: Advanced US

🇺🇸  DÓLAR    ⬆  ➕0,57%  💱 🇪🇺 EURO  ⬆  ➕0,22%  🗞.

Ibovespa Futuro: -0,15% Ásia (Xangai): -0,99%
Dow Jones Futuro: -0,18% Europa (Frankfurt): -0,60%

No mercado de câmbio: Dólar abrindo em alta no início dos negócios. E a China envia mais sinais de alerta, aumentando a aversão a risco. Agora o gigante asiático vê desaceleração de sua produção industrial em maio, com um crescimento de 5%, leitura mais fraca desde 2002, ante expectativa de 5,5%. Também os investimentos em ativos fixo desaceleraram no período entre janeiro e maio, chegando a 5,6%, o que alimenta a perspectiva de que mais estímulos que possam acelerar o crescimento se façam necessários. Já as vendas no varejo americano em maio, subiram 0,5%, com os dados de abril sendo revisados para uma alta de 0,3%, em vez de cair 0,2% como publicado anteriormente, minimizando temores de que a economia, que vem perdendo força, esteja desacelerando rapidamente no segundo trimestre. As projeções para maio, eram de que as vendas no varejo subissem 0,6%. Ainda nesta manhã saem dados da produção industrial do país, às 10h15, um pouco mais tarde, às 11h, se conhecerá o índice preliminar da confiança do consumidor em junho. Por aqui, o IBC-BR, espécie de sinalizador do PIB, contraiu 0,47% na comparação com o mês anterior. Com a recuperação econômica brasileira patinando, crescem as apostas de corte na Selic adiante, afinal os números de atividade não são nada animadores. As centrais sindicais devem acreditar que a paralisação é a solução, mas... Sobre a previdência, o impacto fiscal total da reforma deve se aproximar de R$ 1,13 trilhões em 10 anos, sendo R$ 913 bilhões em economia e R$ 217 bilhões referente ao fim da transferência de recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador, FAT, para o BNDES, esse é a projeção que o parecer da reforma, que ainda não tem data para ser votado na comissão especial, trouxe. No mais, o Banco Central Brasileiro continua rolando vencimentos de swaps nesta manhã.

🏛 🇺🇸  DÓLAR ⬆ INDEX: 0,25%  (Comportamento do dólar ante as principais moedas, no exterior).
🏛 🇺🇸  DÓLAR ⬆ FUTURO: 0,55%    (Comportamento do Dólar Futuro para o mês de Julho).

 

No mercado de câmbio - 15 de março

No mercado de câmbio - 15 de março
No mercado de câmbio - 15 de março

Miami dia 15 de março de 2019

No mercado de câmbio: Dólar abrindo em alta no início dos negócios. Enquanto a China busca mecanismos capazes de melhorar seu desempenho econômico, abalado pela guerra comercial que trava com os Estados Unidos, vendo seu crescimento se expandir ao ritmo mais lento em quase três décadas, as partes envolvidas nas negociações entre os países afirmam que os lados fazem progressos significativos, porém sem dar detalhes. Um encontro entre os presidentes Trump e Xi Jinping, não deve acontecer nesse mês, sendo o mais provável que o tão esperado acordo seja finalizado em abril. Enquanto isso, a inflação na zona do euro acelerou em fevereiro, atingindo 1,5% na base anual, permanecendo abaixo da meta do BCE, de aproximadamente 2%.

Já a novela que envolve a saída do Reino Unido da União Europeia, traz em seus capítulos, uma provável nova votação no parlamento na próxima semana, para que o acordo entre a premiê Thereza May e a União Europeia seja aceito, caso contrário veríamos a terceira derrota de May junto ao parlamento que ao mesmo tempo em que não endossa o acordo, também não quer sair de forma desordenada do bloco, ou seja, o processo pode sofrer um atraso. Aliás o parlamento britânico votou a favor do adiamento da data de saída, prevista atualmente para ocorrer em 29 de março. May deu um ultimato aos apoiadores do Brexit ao afirmar que se o acordo não for ratificado até 20 de março o Reino Unido enfrentaria um longo adiamento que criaria a possibilidade de a separação acabar não acontecendo, resumindo, mais enfrentamento político vem por aí. Aqui, o que move os agentes continua sendo a previdência, e a reforma dos militares será entregue ao congresso em 20 de março, conforme promessa original do governo. O Banco Central Brasileiro continua realizando rolagem de vencimento de swaps entre 11h30 e 11h40, e merece destaque também hoje o leilão de aeroportos, que prevê arrecadação de R$ 2,1 bilhões aos cofres do governo, com investimentos de até R$ 3,5 bilhões. Nos Estados Unidos, destaque para a produção industrial às 10h15 e a confiança do consumidor às 11h.

 📊  ativos operando:  🏛 🇺🇸  DÓLAR    ⬆  ➕0,57%  💱 🇪🇺 EURO  ⬆  ➕0,65%  🗞

 

Mercado de Câmbio - 18 de fevereiro de 2019

Mercado de Câmbio - 18 de fevereiro de 2019
Mercado de Câmbio - 18 de fevereiro de 2019

No mercado de câmbio: Dólar abrindo em alta no início dos negócios. Atenção para a nova rodada de negociações, agora em Washington, entre americanos e chineses, que durante esta semana vão buscar progredir na busca de um acordo que interrompa o aumento de tarifas sobre produtos chineses a partir de 1º de março.

Segundo Donald Trump, as negociações vão bem obrigado, e a porta continua aberta para uma prorrogação do prazo no sentido de que as partes cheguem a um consenso. Vale ressaltar que hoje é feriado nos Estados Unidos, em virtude das comemorações do “Dia do presidente”, o que enxuga a liquidez nos negócios. Durante a semana atenção para as atas de reunião do Banco Central Americano, que na quarta-feira deve confirmar a visão de “paciência” em relação a política monetária, e, do Banco Central Europeu que vai delinear um dia após o seu entendimento, em um momento que se observa a retração do crescimento na zona do euro. Já o muro da discórdia, continua trazendo ruídos na relação entre Trump e o congresso, afinal, após o presidente declarar emergência nacional e conseguir de forma direta os recursos de que necessita para cumprir sua promessa de campanha, contornando o congresso, provavelmente irá enfrentar constestações legais a respeito de sua postura.

Entre amanhã e quinta-feira, saem dados de atividade na Europa e Estados Unidos, cabendo enfatizar que a sexta-feira trará os dados de inflação ao consumidor do bloco europeu. Por aqui, foi divulgado a pouco o boletim focus, com as estimativas do mercado financeiro para o final de 2019. São elas: IPCA: 3,87%, PIB: 2,48%, USD: 3,70, SELIC: 6,50%, Produção Industrial: 3%, Superávit da balança comercial: USD 50,50 bilhões e Investimentos diretos no país: USD 79,50 bilhões. Nesta semana será levado ao congresso nacional o texto final da reforma da previdência, quando se espera um engajamento maior do presidente Jair Bolsonaro na construção da base aliada que possa garantir a aprovação da proposta. Mas antes, a crise que envolve o ainda ministro da Secretaria-Geral da presidência, Gustavo Bebianno segue em aberto, com o ministro podendo ser exonerado nesta segunda-feira, causando desconforto no Palácio do Planalto, que pretende estancar a sangria apresentando o pacote anticrime do ministro Sérgio Moro, e claro, avançar na própria previdência.

O Banco Central Brasileiro segue rolando vencimentos de swaps, ofertando 10.330 contratos para essa finalidade entre 11h30 e 11h40.

📊 ativos operando: 🏛 🇺🇸 DÓLAR ⬆ ➕0,32% 💱 🇪🇺 EURO ⬆ ➕0,70% 🗞.

 

No mercado de câmbio: Primeiro de março de 2019

Dólar abrindo em alta no início dos negócios
Dólar abrindo em alta no início dos negócios

Oferecimento Advanced US

Dólar abrindo em alta no início dos negócios.

Enquanto o mundo dos negócios continuará em seu ritmo normal, o Brasil dá uma pausa para o carnaval, o que deve fazer com que o investidor adote cautela durante o período, não se expondo ao risco e buscando ativos mais seguros.

 Sobre a previdência, Jair Bolsonaro disse estar disposto a negociar a redução da idade mínima para que as mulheres se aposentem, de 62 para 60 anos, o que pode prejudicar o empenho da equipe econômica em não alterar pontos importantes do texto original, e que certamente trará discussões acaloradas no Congresso. A meta de gerar uma economia de ao menos 1 trilhão de reais em 10 anos será defendida pelo ministério da economia. Se o Planalto admitir tão cedo concessões que possam minar a estratégia de negociação e abrir espaço para que novas admissibilidades sejam inclusas, os mercados tendem a redirecionar suas expectativas para a aprovação das reformas ao segundo semestre. 

O Banco Central Brasileiro realiza hoje rolagem de vencimentos de swaps, ofertando 14.500 contratos, iniciando o processo de rolagem do vencimento de abril. 

No exterior, o índice PMI final do setor manufatureiro da zona do euro ficou em 49,3 em fevereiro, ante 50,5 em janeiro, indo abaixo da marca que separa o crescimento de contração, no caso 50. O declínio tem como base as preocupações com a guerra comercial e a desaceleração do crescimento global, tendo o sentimento negativo sido liderado pela Alemanha, maior economia da Europa, o que tende a ligar o alerta do Banco Central Europeu. Já a inflação medida no bloco dos países que compoem a moeda única, avançou em fevereiro com a Eurostat estimando que os preços subiram 1,5%, ante 1,4% em janeiro. 

Na China, a atividade industrial melhorou em fevereiro, mas ainda se encontra em contração. O PMI de indústria do Caixin/Markit para fevereiro subiu a 49,9, de 48,3 em janeiro. O dado que ainda denota fraqueza foram as encomedas à exportação. Sobre as negociações comerciais entre chineses e americanos, Washington está apreciando se abre concessões solicitadas por Pequim, para que em semanas possam enfim assinar um acordo comercial, que poderia diminuir as incertezas em relação ao crescimento global. Na agenda americana, atenção para vários indicadores. O Instituto de Gestão de Provisões (ISM, na sigla em inglês) irá divulgar seu indice da atividade dos gestores de compra PMI do setor industrial às 12h. No mesmo horário saem os dados sobre a renda pessoal e os gastos com consumo em dezembro, além do índice de preços ao consumidor PCE, importantes medidores sobre a saúde da economia do país.

📊  ativos operando:  🏛 🇺🇸  DÓLAR    ⬆  ➕0,28%  💱 🇪🇺 EURO  ⬆  ➕0,35%  🗞

 

No mercado de câmbio: Dólar abrindo em alta no início dos negócios

No mercado de câmbio: Dólar abrindo em alta no início dos negócios
No mercado de câmbio: Dólar abrindo em alta no início dos negócios

Após praticamente uma semana em que uma sequência de feriados tanto no Brasil quanto no exterior mantiveram os mercados com liquidez reduzida, o encerramento traz consigo a Black Friday nos Estados Unidos, que fechará o mercado por lá mais cedo. É interessante observar qual será o ímpeto dos consumidores do país em meio as comemorações de ação de graças, que podem dar subsídios importantes ao Federal Reserve em relação aos gastos diante do aumento salarial indicado no mercado de trabalho do país. Assim, os agentes tendem a mensurar os próximos passos do Banco Central Americano, que por consequência afetam os ativos considerados de risco. Para o BC Americano, a tomada decisão na política monetária segue sendo pautada pela pressão inflacionária e paralelamente também são monitorados as consequências de desaceleração do crescimento global derivada da guerra comercial que os Estados Unidos travam sobretudo com a China que não dá sinais de alívio. Nesse sentido, outros catalisadores devem ser considerados. 

Nesta manhã foi divulgado que o crescimento empresarial da zona do euro foi mais fraco devido a queda acentuada das exportações afetada justamente pela desaceleração da economia global motivada pelos conflitos comerciais liderados pelos americanos. O PMI Composto preliminar do IHS Markit caiu a 52,4 em novembro, nível mais baixo desde o final de 2014, de 53,1 em outubro. Na agenda externa, temos como destaque a divulgação do PMI americano, às 12h45. Por aqui, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), considerado a prévia da inflação oficial, subiu 0,19 por cento em novembro, sobre alta de 0,58 por cento no mês anterior. São números que impactam na inflação oficial e devem adiar a possibilidade de aumento na Selic nos primeiros meses de 2019. Claro que nesse aspecto, é preciso levar em consideração que o próximo ano trará consigo além de um novo governo, desafios antigos, sobretudo a aprovação da reforma da previdência e a diminuição do rombo fiscal do país, assuntos mais do que importantes que são observados pelo Banco Central Brasileiro, ávido pelos “ajustes fiscais” que visam dar suporte para a manutenção do juro em níveis baixos. Todavia vale ressaltar que o “novo congresso” entra com o “carro em movimento” e antes de qualquer medida mais concreta haverá a disputa pela presidência tanto da Câmara quanto do Senado em fevereiro, ou seja, o primeiro semestre será primordial para as projeções dos mercados, em relação ao grau de dificuldade na implementação da agenda liberal reformista na economia. Voltando ao agora, o calendário doméstico trará a confiança do consumidor às 11h bem como a evolução do emprego (Caged) às 13h. 

O Banco Central Brasileiro, continua rolando vencimentos de swaps, e entre 11h30 e 11h40 oferta 13.600 contratos com essa finalidade.

📊  ativos operando:  🏛 🇺🇸 DÓLAR ⬆  ➕0,18% 💱 🇪🇺EURO ⬇  ➖0,34%  🗞 .

 

Próximo
Priscilla Queen of The Desert - The Musical

Jun/13 a Jun/30 - Priscilla Queen of The Desert - The Musical

O musical Priscilla Queen of The Desert, baseado no…
Dr Robert Rey e Dr Thierry Jacquemin

Jun/17 - Cirurgião Plástico Dr Robert Rey em Miami

O que: Cirurgião Plástico Dr Robert Rey em Miami Quando: 17…
Musical “Come from Away” no Arsht Center

Jun/18 a 29 - Musical “Come from Away” no Arsht Center

“Come from Away” é um musical que conta a história verídica…
Lançamento do álbum “Baia Bossa Dylan” em Miami

Jun/28 - Lançamento do álbum “Baia Bossa Dylan” em Miami

Completando 25 anos de carreira, 10 álbuns autorais e um…
Carlinhos Maia faz show em Miami e Orlando em julho

Jul/05 e 06 - Carlinhos Maia faz show em Miami e Orlando em julho

O comediante Carlinhos Maia apresenta o seu stand up…

Videos

CLIQUE NA IMAGEM PARA ABRIR O VÍDEO

 

Karmel Bortoleti

Making of do ensaio fotográfico de Karmel Bortoleti para a editoria fashion da edição de abril de 2017 da Acontece Magazine


Ensaio fotográfico do ator Caio Castro em Miami para a Acontece Magazine de agosto de 2017

Ensaio fotográfico do ator Caio Castro em Miami para a Acontece Magazine de agosto de 2017


Vera Viel posa com tema náutico para a Acontece Magazine em Miami

Vera Viel posa com tema náutico para a Acontece Magazine em Miami


Ensaio Fotográfico

Ensaio fotográfico com as modelos Cate Chant e Flavianny Nassimbeni para a editoria Fashion da edição de maio de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Making Of Abril 2016

Ensaio fotográfico com Karmel Bortoleti para a editoria Fashion da edição de abril de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de março

Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de março de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Acontece Magazine - Making of - Karina Bacchi - March 2016

Acontece Magazine - Making of - Karina Bacchi - March 2016


Ensaio Fotográfico

Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de fevereiro de 2016 da Acontece Magazine


Making Of Janeiro 2016

Making of do ensaio fotográfico para a capa e a editoria fashion da edição de janeiro de 2016 da Acontece Magazine com a participação da modelo Andrea Méndes Arroio


Making Of Dezembro

Acontece Magazine Making of de Dezembro 2015




DMC Firewall is a Joomla Security extension!