Cranio
Arte EUA

Cranio: um artista jovem, bem-humorado e criativo

O artista Fabio de Oliveira Parnaíba, 34, mais conhecido como Cranio, cresceu na zona Norte de São Paulo, lugar que ele considera ter sido a sua maior influência artística. Em 1998, o jovem artista começou a cobrir o cinza dos muros e, além de sprays, levava em sua mochila muita criatividade e bom humor.
O artista usa a figura dos índios para retratar um personagem com a cara do Brasil. Segundo ele, esses personagens são uma releitura dos cidadãos das grandes cidades. Com tons azuis e linhas marcantes, a figura brasileira está sempre retratada em suas obras, em situações engraçadas que roubam olhares e instigam o observador a pensar.
O artista aborda também questões contemporâneas, como consumismo, identidade e meio ambiente, tendo os desenhos animados e o pintor Salvador Dalí como algumas de suas referências. O artista vem aprimorando seu trabalho e técnica, inovando no contexto sem perder o estilo próprio. O grafiteiro usa um comentário de um colecionador britânico para definir a sua arte: “Cranio desenvolveu um estilo único e significante, além de um grupo de personagens que não são apenas vibrantes, mas também prazerosos de ser ver. Além disso, as imagens criadas por ele sempre passam uma mensagem e um conceito importante, que costumamos esquecer em nossas vidas e cotidianos. Esse conjunto de qualidades faz com que sua arte seja excelente de se apreciar e ótima para pensar e filosofar”.
Conheça mais sobre o trabalho de “Cranio” na Miami River Art Fair e através da San Paul Gallery, em facebook.com/pages/San-Paul-Gallery-Wynwood. Contato: sanpaulgallery@gmail.com e pelo telefone (305) 684-2636

You cannot copy content of this page