btn facebook  btn youtube  btn twitter  btn google plus  acontece instagram  acontece issuu

 

Acontece Magazine
btn facebook   btn youtube   btn twitter  btn google plus  acontece instagram  acontece issuu
acontece logo darkred

Mudar quem?

Mudar quem?
Mudar quem?

Crônica por Nilson Lattari

Todos nós queremos mudança. Queremos mudar de bairro, cidade, país, os móveis, a televisão de tamanho, as roupas, o namorado, a namorada, a família, tantas coisas...

Mudar é sempre bom. São as mudanças no mundo que o fazem avançar, para um lado positivo para alguns, bom para poucos, principalmente, e necessário para muitos. A mudança sempre tem um lado que beneficia a um grupo e nem tanto ao outro.

Ao longo da História a humanidade trilha um caminho, supostamente, para diante. Do ponto de vista tecnológico é positivo, porque através das máquinas muito do nosso tempo foi poupado, a existência da máquina vai ao encontro das necessidades que a forma de ocupar o tempo se apresenta. Enrolado, né? Explico: Mudar é uma relação de equilíbrio entre o espaço e o tempo, onde a exiguidade de espaços no mundo faz com que o tempo seja aproveitado ao máximo. Maximizamos a utilização do tempo, com o auxílio das máquinas, tentando aproveitar o espaço da melhor maneira possível. Maximizamos o espaço, damos um melhor aproveitamento à medida que ele se comprime, com as multidões, com as moradias, e vamos nos apequenando imaginando que crescemos em qualidade e tempo de vida. Ou seja, sem perceber, abrimos mão de alguma coisa (o espaço maior para viver), em troca de tecnologias que, supostamente, nos permitem aproveitar melhor o tempo: Isso é uma mudança no viver, e é um paradoxo.

Quando queremos mudanças, sejam políticas, sociais ou quaisquer outras, sempre enxergamos do nosso ponto de vista, e, portanto, pessoal, aquilo que seria bom para todos. A confusão nasce porque cada um tem um ponto de vista ideal, que seria ideal para todos. Realmente, queremos mudar o mundo? Ou mudá-lo para nós?

A verdade é que queremos uma igualdade e uma padronização do produto chamado viver. E a questão é se estamos dispostos a abrir mão daquilo que nos beneficia para a chegada ao lugar comum.

Quem tem vinte bilhões gostaria de mais cinco, o que não deve ser uma tarefa muito difícil. Quem tem vinte milhões gostaria de mais cinco, o que não deve ser difícil. Quem tem vinte mil gostaria de mais cinco, o que se tornaria uma tarefa mais difícil. Quem tem vinte gostaria de mais cinco, o que se tornaria mais difícil ainda. Quem não tem nada gostaria de alguma coisa, o que se tornaria impossível. Donde o último vai se mostrar disposto a tomar de alguém, e assim por diante as coisas se tornam muito difíceis, porque, com certeza, aqueles que possuem milhões ou bilhões são inalcançáveis, e quanto aos outros que possuem menos, abrir mão de algo os tornarão mais próximos daqueles que não tem nada do que daqueles que possuem muitos.

Como aqueles que poderiam abrir mão de algo para que o equilíbrio aconteça não estão dispostos a isso, resta pedir por mudanças que jamais acontecerão. Afinal, os poucos diriam: mudar para quê, se para mim a coisa funciona bem. Se ninguém quer abrir mão de nada, vai mudar para quê? Para pedir mudanças temos que abrir mão de alguma coisa. Quem está disposto?

Foto: kylie De Guia on Unsplash

 

Pinit Fg En Rect Red 20
e-max.it: your social media marketing partner

Notícias Relacionadas

News
O maior de todos os medos

Crônica por Nilson Lattari O que fazer com nossos medos? Há muitos: medo do futuro, medo das consequências, medo das verdades, das mentiras. Situações que nos põem em alerta, nos fazem temer o que há...

Coronavirus
E daí?

Crônica por Nilson Lattari Falando de Brasil e das notícias vindas de lá. Vivemos há muito tempo postergando nosso futuro. O futuro é uma construção, um sonho de realizações que esperamos que se...

Está confirmado o Festival de Pompano deste ano, porém sem a presença de Milton Nascimento

A banda Smash Mouth confirma participação no Festival de Pompano deste ano

Pompano Beach, dia 8 de maio de 2020Em nota o organizador…
Dia dos Pais nos estados unidos

Dia dos pais nos Estados Unidos, Father's Day, é no terceiro domingo de junho

Diferentemente do Brasil que comemora o dia dos pais no…
Comemoração a Independência dos Estados Unidos

04 de julho: Comemoração a Independência dos Estados Unidos

O feriado americano de 4 de Julho é dia de comemorar a…
Happy Thanksgiving

Novembro - Ação de Graças / Thanksgiving

O Dia de Ação de Graças, conhecido em inglês como…

Videos

CLIQUE NA IMAGEM PARA ABRIR O VÍDEO

 

Karmel Bortoleti

Making of do ensaio fotográfico de Karmel Bortoleti para a editoria fashion da edição de abril de 2017 da Acontece Magazine


Ensaio fotográfico do ator Caio Castro em Miami para a Acontece Magazine de agosto de 2017

Ensaio fotográfico do ator Caio Castro em Miami para a Acontece Magazine de agosto de 2017


Vera Viel posa com tema náutico para a Acontece Magazine em Miami

Vera Viel posa com tema náutico para a Acontece Magazine em Miami


Ensaio Fotográfico

Ensaio fotográfico com as modelos Cate Chant e Flavianny Nassimbeni para a editoria Fashion da edição de maio de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Making Of Abril 2016

Ensaio fotográfico com Karmel Bortoleti para a editoria Fashion da edição de abril de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de março

Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de março de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Acontece Magazine - Making of - Karina Bacchi - March 2016

Acontece Magazine - Making of - Karina Bacchi - March 2016


Ensaio Fotográfico

Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de fevereiro de 2016 da Acontece Magazine


Making Of Janeiro 2016

Making of do ensaio fotográfico para a capa e a editoria fashion da edição de janeiro de 2016 da Acontece Magazine com a participação da modelo Andrea Méndes Arroio


Making Of Dezembro

Acontece Magazine Making of de Dezembro 2015




Our website is protected by DMC Firewall!