btn facebook  btn youtube  btn twitter  btn google plus  acontece instagram  acontece issuu

 

Acontece Magazine
btn facebook   btn youtube   btn twitter  btn google plus  acontece instagram  acontece issuu
acontece logo darkred

Empresário fala sobre o atual mercado imobiliário na Flórida

Jacob Abdala possui escritórios em Brickell, Boca Raton, Orlando e São Paulo
Jacob Abdala possui escritórios em Brickell, Boca Raton, Orlando e São Paulo

O empresário brasileiro Jacob Abdala, presidente da Legacy Plus Realty, explica nessa entrevista à Acontece Magazine como está o mercado imobiliário da Flórida nos dias de hoje.

Como você está vendo o mercado imobiliário da Flórida?
Vou falar especificamente do Centro e Sul da Flórida, áreas onde somos mais atuantes. Miami cresceu muito e mudou bastante nos últimos anos. A alta demanda elevou rapidamente os valores, despertando o interesse de compradores e investidores de outras regiões, como Boca Raton e Weston, por exemplo. Hoje em dia, pela ordem de procura, Orlando está em primeiro lugar, seguido por Boca Raton, Weston, Aventura e Sunny Isles.
Orlando atualmente é um dos lugares onde mais cresceu a procura de imóveis por brasileiros, pois os preços das casas são menores, se comparados com regiões como Aventura ou Boca Raton. Em Orlando, por exemplo, você encontra casas novas, bonitas, em condomínio fechado, com piscina e infraestrutura de até 6 quartos, por volta de US$ 400 mil. Muitas pessoas adoram Orlando, já conhecem e gostam da estrutura da cidade, dos parques temáticos, além de ter um clima muito agradável.
Famílias geralmente procuram áreas como Boca Raton, Weston e Aventura motivadas pelas excelentes escolas localizadas nestas cidades. Só para exemplificar este crescimento, o nosso escritório em Boca Raton, que até pouco tempo era um escritório que atendia basicamente o mercado local americano, hoje em dia atende muitos brasileiros, até mesmo aqueles que residem em outras cidades e que possuem interesse nessa região.
Como ficou a situação do mercado imobiliário depois que o dólar aumentou e, assim, diminuiu a quantidade de pessoas gastando nos Estados Unidos? Como isto afetou o mercado e a sua empresa?
Nos últimos anos eu tenho ido ao Brasil com frequência para fazer eventos, dando informações e esclarecendo dúvidas para pessoas interessadas em investir e mudar para os Estados Unidos. Em agosto de 2015 percebi que o mercado e a economia estavam mudando, e desde então fazemos reuniões internas periodicamente, para estarmos preparados para essas mudanças.
Começamos a analisar novos dados do mercado e percebemos que o mercado interno estava voltando a aquecer, ou seja, os americanos, assim como estrangeiros residentes permanentes, estavam voltando a comprar imóveis. A partir desse momento começamos a fazer melhorias na comunicação da empresa para atender a nova demanda. Mudamos nosso website, preparamos nossos corretores e investimos em marketing direcionado para esse mercado.
Eu diria que o nosso share de mercado era 80% de estrangeiros e 20% de americanos, e hoje já está 50% para cada. O brasileiro continua querendo aplicar seu dinheiro fora do Brasil, pois está inseguro com a situação política atual e do que pode acontecer com a economia interna. Mesmo com este aumento e flutuação do dólar, o brasileiro está tentando diversificar ao máximo seus investimentos - e investir em imóveis nos EUA continua sendo um investimento rentável. Nos últimos anos quem comprou propriedades nos EUA ganhou na valorização do imóvel e também na desvalorização do real perante o dólar.
Como e quando foi percebida a queda de volume de capital brasileiro?
Foi no terceiro trimestre de 2015, quando começou a baixar sensivelmente o volume de procura por imóveis devido ao aumento de dólar, como disse anteriormente, comecei a observar que o share de mercado já não era o mesmo e a escutar frases do tipo: “ficou muito caro ter imóvel aí, pois a manutenção de um imóvel atualmente está muito alta para ser paga em real”.
Falando do mercado interno, depois da crise imobiliária (onde uma grande porção dos americanos perderam suas casas, e os preços dos imóveis despencaram), o Sul da Flórida foi muito comprado por estrangeiros, e o preço do imóvel subiu muito rápido dificultando para o americano voltar a ter casa própria. Já tem algo mudando?
O americano ainda está recuperando o poder de compra e realmente durante esse tempo os preços subiram consideravelmente, mas você encontra muitas oportunidades no mercado onde é mais caro alugar do que comprar um imóvel, ou seja: o que você vai gastar por mês comprando um imóvel pode ser menor ou igual ao valor de um aluguel. Atualmente, encontra-se imóveis onde o comprador se qualifica dando uma entrada de somente 3,5% do valor total, embora seja mais fácil encontrar financiamento a partir 20% de entrada. Na minha opinião, para quem quer investir ou mudar para os Estados Unidos, o melhor é não esperar para comprar, pois os preços vão continuar subindo devido ao aumento do poder de compra dos americanos.
Às vezes o mercado imobiliário se comporta de forma diferente dentro da mesma região, mas em geral, o preço não caiu. Eu senti que os valores pararam de subir em algumas cidades como Sunny Isles e Brickell, mas em compensação outras cidades continuam valorizando, como Aventura, Boca Raton e Weston. Além de casas à beira dos canais, que independente da região continuam valorizadas.

Você acredita em uma queda do valor dos imóveis?
Eu já percebi uma desacelerada no aumento dos preços, afinal a Flórida não depende só de brasileiros, mas também de mexicanos, chineses e europeus, que estão investindo muito nesse mercado. A Flórida acolhe muitas nacionalidades, é uma extensão da América do Sul e Central e continua sendo o local do sonho da aposentadoria americana. Com esse interesse contínuo nos imóveis na Flórida, eu não acredito que teremos uma queda nos preços e sim que eles se manterão.
Como o mercado do aluguel vem reagindo?
O mercado de aluguel continua aquecido, pois há uma grande procura por imóveis de aluguel por pessoas que se mudam do norte dos Estados Unidos para o sul da Flórida.
Como você vê o mercado imobiliário no Brasil para investidores que moram nos Estados Unidos?
Eu não acredito que essa seja uma boa hora para investir no Brasil. O mercado atualmente está muito instável e acredito que permaneça assim por algum tempo. Se eu tivesse que dar uma dica, eu diria que as pessoas esperem algum tempo para investir no Brasil até que e as coisas fiquem mais seguras e previsíveis.
Que dicas você daria ao brasileiro que quer mudar para a Flórida com a família?
Procurar pessoas capacitadas, com boa reputação, que trabalhem em empresas estruturadas e averiguar se realmente as informações são verdadeiras. Antes de vir, é bom se informar bastante sobre imigração - infelizmente já vi casos de famílias voltando para o Brasil por não conseguir se legalizar. Outra dica valiosa é fazer um reconhecimento da área desejada e ver se ela realmente atende às necessidades da família, como escolas, universidades, entretenimento e outros.
E dicas que também servem para quem já mora nos Estados Unidos?
É importante estar bem assessorado. Há decisões que precisam ser rápidas, pois você tem que estar pronto para agarrar as oportunidades certas, no momento certo. Procurar um corretor com experiência para lhe atender bem e sanar todas as suas dúvidas. Se for o caso de financiamento, ter alguém que possa te direcionar para uma boa empresa de mortgage ou banco que faça uma pré-aprovação e diga até quanto você qualifica para comprar um imóvel, pois é muito frustrante para as pessoas escolherem a casa dos sonhos e lá na frente descobrir que não se qualificam para a compra daquele imóvel.
O que é ter diferencial neste mercado?
Eu gostaria de ressaltar a estrutura que a Legacy Plus Realty possui. Nós temos uma equipe de corretores licenciados, com cursos de atualização frequente, trabalhando dentro de nossos escritórios. Nosso time, além de capacitado, é fragmentado em equipes com gerentes especializados para dar a assessoria que cada corretor precisa, para sempre atender nossos clientes com excelência.
Vejo muita gente com endereço de escritórios virtuais, que usam para pegar correspondência ou para fazer uma reunião, e dizerem que possuem estrutura, que na realidade não têm. A Legacy Plus Realty possui escritórios em Brickell, Boca Raton, Orlando e São Paulo, formamos um time com mais de 200 corretores, especializados em diferentes áreas, como residenciais, comerciais e grupos de investimentos.
Aqui na Legacy, os investidores possuem acesso às informações e oportunidades privilegiadas, o que no mercado se conhece como “pocket listings”, e que certamente oferecemos em primeira mão, aos clientes que nos procuram diretamente. Sem falar na grande listagem através do MLS que os corretores têm acesso, e no nosso website onde o campo de busca é atualizado em tempo real, com o que entra e sai do mercado. Qualquer pessoa pode acessar o site e buscar o imóvel dos sonhos ou o investimento imobiliário ideal. (www.legacyplusrealty.com)

Fotos: Fabiano Silva

O empresário Jacob Abdala dá dicas sobre mercado imobiliário
O empresário Jacob Abdala dá dicas sobre mercado imobiliário

 

Pinit Fg En Rect Red 20
e-max.it: your social media marketing partner

Notícias Relacionadas

Priscilla Queen of The Desert - The Musical

Jun/13 a Jun/30 - Priscilla Queen of The Desert - The Musical

O musical Priscilla Queen of The Desert, baseado no…
Exposição solo da brasileira Diana Helman em Miami Beach

Jun/16 - Exposição solo da brasileira Diana Helman em Miami Beach

Wind” - Exposição solo da brasileira Diana Helman em Miami…
Dr Robert Rey e Dr Thierry Jacquemin

Jun/17 - Cirurgião Plástico Dr Robert Rey em Miami

O que: Cirurgião Plástico Dr Robert Rey em Miami Quando: 17…
Musical “Come from Away” no Arsht Center

Jun/18 a 29 - Musical “Come from Away” no Arsht Center

“Come from Away” é um musical que conta a história verídica…
Lançamento do álbum “Baia Bossa Dylan” em Miami

Jun/28 - Lançamento do álbum “Baia Bossa Dylan” em Miami

Completando 25 anos de carreira, 10 álbuns autorais e um…

Videos

CLIQUE NA IMAGEM PARA ABRIR O VÍDEO

 

Karmel Bortoleti

Making of do ensaio fotográfico de Karmel Bortoleti para a editoria fashion da edição de abril de 2017 da Acontece Magazine


Ensaio fotográfico do ator Caio Castro em Miami para a Acontece Magazine de agosto de 2017

Ensaio fotográfico do ator Caio Castro em Miami para a Acontece Magazine de agosto de 2017


Vera Viel posa com tema náutico para a Acontece Magazine em Miami

Vera Viel posa com tema náutico para a Acontece Magazine em Miami


Ensaio Fotográfico

Ensaio fotográfico com as modelos Cate Chant e Flavianny Nassimbeni para a editoria Fashion da edição de maio de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Making Of Abril 2016

Ensaio fotográfico com Karmel Bortoleti para a editoria Fashion da edição de abril de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de março

Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de março de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Acontece Magazine - Making of - Karina Bacchi - March 2016

Acontece Magazine - Making of - Karina Bacchi - March 2016


Ensaio Fotográfico

Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de fevereiro de 2016 da Acontece Magazine


Making Of Janeiro 2016

Making of do ensaio fotográfico para a capa e a editoria fashion da edição de janeiro de 2016 da Acontece Magazine com a participação da modelo Andrea Méndes Arroio


Making Of Dezembro

Acontece Magazine Making of de Dezembro 2015




DMC Firewall is developed by Dean Marshall Consultancy Ltd