btn facebook  btn youtube  btn twitter  btn google plus  acontece instagram  acontece issuu

 

Acontece Magazine
btn facebook   btn youtube   btn twitter  btn google plus  acontece instagram  acontece issuu
acontece logo darkred

Crônica do amor de mãe

Crônica do amor de mãe
Crônica do amor de mãe

Em que momentos podemos surpreender uma mãe exercendo seu melhor predicado? Nunca havia pensado nisso. Uma mãe, afinal, é uma mãe. Quando nasce o filho, quando cuida do filho, quando ele adoece, ou quando não está doente; quando vê com lágrimas nos olhos a entrada no primeiro dia da escola; quando o defende com garra por motivos justos ou injustos; luta incondicionalmente e custa a admitir o erro do filho ou salta de alegria com seus acertos. Pobre ou rica, instruída ou não, as mães em um determinado momento ficam iguais. Fãs irrequietas com o sucesso dos filhos, por mais prosaica que seja a homenagem. Para as mães um pequeno pedaço de glória é um motivo de comemoração, palmas e sorrisos quase congelados, nervosos.

Elas defendem os filhos contra todos, até contra sua própria consciência, daquilo que acha no fundo como o correto, ela é capaz de entregar o filho, incorreto, mas são e salvo, pedindo naquela entrega que ele lhe seja devolvido são e salvo. E ela estará pronta para recebê-lo e de novo apostar em seu futuro.

O olhar das mães descobre a roupa que não combina, vaticina o tempo, quando olha pela janela e vislumbra um sinal desconhecido de chuva ou de frente fria, quando imagina os perigos e os visualiza, descrevendo o inimigo com quase exatidão, como se o conhecesse de longa data.

Mas cada um de nós, por certo, tem a sua preferência, o seu momento preferido. O meu é simples: quando uma mãe leva seu filho, ou filhos pelas ruas.

A rua, ao contrário da casa, oferece todos os perigos. Nas ruas há um engalfinhamento incorreto, que mistura pessoas, que mostra toda a gente rumando em direções diferentes, e, principalmente, indiferentes uns aos outros.

 Mas isso não acontece com as mães.

Elas atravessam desmedidamente a multidão, abrindo caminho com o filho no colo, com o outro seguro pelas mãos, ou em muitos casos, algum filho mais velho cuidando de um menor. Sua tenacidade em cuidar deles e protegê-los é como se tivessem mil olhos.

Nas ruas eles a seguem como se a trilha que ela abre já lhes fosse conhecida. O caminho que ela percorre é um caminho seguro e confortável.

De todos os momentos em que surpreendi mães conduzindo seus filhos poderia falar de dois. Um deles é quando a mãe, filho no colo, simplesmente conduz outro pelas mãos, o olhar atento, quase ameaçador, o cabelo descuidado, a roupa mal colocada como se saísse em uma emergência, carente de horários para si e ter horários dispostos para os filhos. Mesmo que ela caminhe na parte mais interna da calçada, é possível distinguir o seu rosto de mãe, e, dentre tantos rostos de mulher, o seu olhar não exala exibição, mas atenção redobrada.

Aquele olhar irrequieto, não complacente, ativo, desmedido, quase esbaforido, mas que passa uma segurança incomum. Como se ela, e somente ela, fosse capaz de conduzir o filho ou filhos pelas ruas movimentadas, pelas ruas cheias de trânsito, sem se preocupar com o ensino das ruas, e as vendo sempre perigosas, mal localizadas, mal iluminadas.

Outro é quando a chuva se abate na cidade, as ruas se enchem, as mães, filho no colo, com o outro agarrado na sua perna, olhando atenta a enchente na rua, a mãe com o pescoço esticado olha para o distante na busca do carro do marido, ou do número correto do ônibus.

 O bebê, escondido na manta, adormecido não percebe sinal de perigo à volta, enquanto o outro, ao menor sinal de querer se deslocar do seu lado, é retido pela mão firme, e os olhos paralisam o desavisado, como se congelasse uma repreensão, e por um momento, se transferissem para a ponta dos dedos, e aquela pequena força tem a mesma força do olhar de conforto. Numa voz firme e carinhosa transmitindo a segurança.

À chegada do ônibus ela avança firme, indiferente à multidão que se aglomera na porta do ônibus, e aquele mundo de gente se abre, respeitoso, porque sabe que uma mãe está a caminho, e que eles reconhecem só pelo olhar.

Sobre o autor:
Nilson Lattari - Graduado em Literatura pela UERJ e especialização em Estudos Literários pela UFJF. Foi primeiro colocado em crônicas no Prêmio UFF de Literatura, 2011 e 2014, e terceiro colocado em contos pelo mesmo prêmio em 2009. Primeiro colocado em crônicas prêmio Darcy Ribeiro – Ribeirão Preto, 2014. Finalista em livro de contos Prêmio SESC de Literatura 2013, finalista em romance Prêmio Rio de Literatura, 2016, além de várias menções honrosas em contos, crônicas e poesias.

Foto: morguefile.com

 

Pinit Fg En Rect Red 20
e-max.it: your social media marketing partner

Notícias Relacionadas

Mostra mulheres do audivisual" exibe online 25 longas e 13 curtas

Jun/12 ate Jul/13 - "Mostra mulheres do audivisual" exibe online 25 longas e 13 curtas"

Inffinito Film Festival apresenta 38 produções nacionais…
BDO Song Festival 2020

Jul/17 - BDO Song Festival 2020

"O primeiro festival de música on-line para brasileiros que…
“Labor Day", o Dia do Trabalho nos Estados Unidos

Set/07 - “Labor Day", o Dia do Trabalho nos Estados Unidos

O “Labor Day”, o Dia do Trabalho nos Estados Unidos,…
Está confirmado o Festival de Pompano deste ano, porém sem a presença de Milton Nascimento

A banda Smash Mouth confirma participação no Festival de Pompano deste ano

Pompano Beach, dia 8 de maio de 2020Em nota o organizador…
Happy Thanksgiving

Novembro - Ação de Graças / Thanksgiving

O Dia de Ação de Graças, conhecido em inglês como…

Videos

CLIQUE NA IMAGEM PARA ABRIR O VÍDEO

 

Karmel Bortoleti

Making of do ensaio fotográfico de Karmel Bortoleti para a editoria fashion da edição de abril de 2017 da Acontece Magazine


Ensaio fotográfico do ator Caio Castro em Miami para a Acontece Magazine de agosto de 2017

Ensaio fotográfico do ator Caio Castro em Miami para a Acontece Magazine de agosto de 2017


Vera Viel posa com tema náutico para a Acontece Magazine em Miami

Vera Viel posa com tema náutico para a Acontece Magazine em Miami


Ensaio Fotográfico

Ensaio fotográfico com as modelos Cate Chant e Flavianny Nassimbeni para a editoria Fashion da edição de maio de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Making Of Abril 2016

Ensaio fotográfico com Karmel Bortoleti para a editoria Fashion da edição de abril de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de março

Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de março de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Acontece Magazine - Making of - Karina Bacchi - March 2016

Acontece Magazine - Making of - Karina Bacchi - March 2016


Ensaio Fotográfico

Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de fevereiro de 2016 da Acontece Magazine


Making Of Janeiro 2016

Making of do ensaio fotográfico para a capa e a editoria fashion da edição de janeiro de 2016 da Acontece Magazine com a participação da modelo Andrea Méndes Arroio


Making Of Dezembro

Acontece Magazine Making of de Dezembro 2015




Our website is protected by DMC Firewall!