btn facebook  btn youtube  btn twitter  btn google plus  acontece instagram

 

Acontece Magazine
btn facebook   btn youtube   btn twitter  btn google plus  acontece instagram
acontece logo darkred

“Tudo que te faz bem e te deixa fabulosa é fashion”

A catarinense que queria ser jogadora de vôlei e virou top internacional
A catarinense que queria ser jogadora de vôlei e virou top internacional

Esta edição Fashion da Acontece Magazine entrevista a modelo brasileira Fernanda Uesler, 27, natural de Blumenau (Santa Catarina) e que é destaque no mundo da moda internacional. Fernanda, que sempre sonhou em ser jogadora profissional de voleibol, foi descoberta aos 16 anos por um agente de modelos em um shopping center de sua cidade. Logo no início da carreira, viajou a trabalho para a Itália e de lá ganhou o mundo e as passarelas, transformando-se numa top model internacional, conquistando prêmios e desfilando para grifes renomadas em diversos países. A sua mais recente conquista foi o título de uma das First Faces na badalada Miami Fashion Week. Confira o papo da Acontece Magazine com a top.
Fernanda, conte um pouco de sua história. Quando descobriu que queria ser modelo profissional?
Fernanda Uesler: Sempre fui apaixonada por esportes e sonhava em me tornar uma jogadora profissional de voleibol. O convite para ser modelo aconteceu enquanto passeava com amigos num shopping center. Lembro até hoje de eles dizendo: “Vai lá Fernanda! Você é alta, magra, bonita, tem tudo para ser modelo.” E eu fazia cara feia pois o que eu queria era me dedicar ao vôlei! Mas fui conversar com o agente, principalmente porque estávamos passando por uma situação difícil financeira e ele, comovido com a minha história, me deu o curso de graça para pagar com o meu primeiro trabalho. No curso aprendi a desfilar e fiz vídeo e um book.

E como aconteceu a carreira internacional?
Uma agência de Milão veio até a minha cidade para fazer castings (testes) para a Milan Fashion Week. Apenas três meninas foram escolhidas dentre 200 candidatas, e eu fui uma delas. Estava para prestar vestibular para educação física, mas resolvi aceitar e conhecer a Itália. Não passei pela experiência de trabalhar em São Paulo, onde todas começam. Fui direto para uma carreira internacional. Mas em Milão, durante os castings, recebo a notícia da agência de que eu havia sido contratada para trabalhar no showroom do designer Roberto Cavalli. Não pude fazer a Fashion Week, mas fiquei feliz em trabalhar para a coleção do Cavalli. A partir daí as portas foram se abrindo e trabalhei na Grécia e em Portugal, Chile, Singapura, Milão novamente e, finalmente, os Estados Unidos, em 2009. Foi quando me apaixonei por Miami Beach e decidi que a cidade seria a minha casa. É onde vivo há 5 anos.

Fale um pouco do seu trabalho como modelo em Miami.
O início aqui foi um pouco difícil pelo fato de eu ter 1m83 de altura, ter um perfil mais fashion e o mercado de Miami ser mais comercial. Então tive dificuldades em ser aceita. Mas graças a Deus o mercado fashion cresceu e fui me destacando nos trabalhos. Em 2014, ganhei o prêmio de Modelo do Ano e fui escolhida uma das First Faces na Miami Fashion Week. Sou representada por duas agências: a Runways The Talent Group e a Front Management. Me sinto muito feliz e realizada.

Como foi participar do concurso de First Faces da Miami Fashion Week? Conte um pouco do processo de seleção e de como você chegou ao título.
Fiquei bem feliz com o retorno da Miami Fashion Week. É muito bom um evento como esse na cidade, que te proporciona um destaque, um reconhecimento. É uma realização que muitas modelos querem ter. Durante o casting, passamos por entrevistas, avaliação de como andamos na passarela, tiramos polaroides de biquíni... acho que os conquistei pela minha espontaneidade e personalidade. E, claro, com a ajuda de meus amigos e familiares, que votaram em mim, consegui ficar entre as First Faces.

Cite algumas grifes para as quais você já desfilou e as com que você mais se identifica.
São tantas! Já trabalhei pra DKNY, Oscar De La Renta, Escada, St John, Roberto Cavalli, Carolina Herrera, Brunello Cucinelli, Elie Tahari, Fendi, Lamb by Gwen Stefani, Alegra, Mercedes Benz Swim Week, Miami Fashion Week, Lisbon Fashion Week, Athens Fashion Week, entre outras. Gostei de trabalhar com todos, mas Roberto Cavalli foi que mais me marcou pelo fato de ter sido o primeiro designer com quem trabalhei, em meu primeiro trabalho como modelo.

Como é o seu dia a dia de trabalho em Miami?
Quando trabalho, tento manter minha alimentação balanceada, cuido da pele, cabelo etc. Se é para mostrar coleção de biquíni, por exemplo, um mês antes pego mais pesado na academia, se não, faço minha caminhada, ando de bicicleta, patino, jogo vôlei... faço as coisas com prazer. Não vejo resultado se tenho de fazer na pressão ou com estresse. Pelo contrário: acabo aumentando de peso, de medidas. Então meninas: no stress! Relaxem! Se você está bem consigo, tudo flui.

O que você mais gosta de fazer quando não está trabalhando? Jogar voleibol, por exemplo?
Amo jogar vôlei de praia. Se não estou jogando, gosto de tirar o dia para descansar, ir a um spa, fazer massagem no salão ou shopping. Quase não saio à noite, para baladas. Só em ocasiões especiais, como aniversário de alguém ou quando meus amigos do Brasil estão na cidade e levo eles ao Favela Beach no Wall Radio para jogar uma sinuca e conversar. Ou então fico em casa com meu noivo vendo filmes e seriados, acompanhados de pipoca e guaraná (risos).

Quais os maiores desafios que você já enfrentou na sua carreira?
Acho que o maior desafio foi provar para as agências e clientes que me representam ou que trabalho que mesmo sendo mais alta que o padrão tenho capacidade, talento, personalidade, dedicação, paciência e muita paixão pelo que faço. Acredito que foi por isso também que eu conquistei meu espaço na moda. Me lembro também que só tinha o básico de inglês e não conseguia me expressar. Tive que aprender o idioma dos países onde trabalhei (italiano, grego, espanhol). E outro grande desafio é estar longe da família. Mas graças à tecnologia, a saudade diminui.

Quais os seus planos para esse segundo semestre de 2016?
Espero que muito trabalho. A Swim Week está quase chegando, então vai ser bem corrido, graças a Deus. Se tudo der certo, devo ir à Espanha em setembro, para a Madri Fashion Week e dali passo em Portugal para a Lisbon Fashion Week. Aguardando a confirmação da agência!

O que você diria para uma modelo que está começando na carreira, principalmente para as brasileiras?
Que não liguem para os “nãos” recebidos. Isso não quer dizer que você não seja bonita. Todas são lindas. Todas têm espaço no mercado, seja fashion ou comercial. Não leve para o pessoal, simplesmente o cliente naquele momento está à procura de um outro perfil. Tenho certeza de que vão haver outras oportunidades de trabalho num próximo casting. Tenham paciência e sejam fortes que vida de modelo não é fácil não, viu?! Nada é por acaso. Deus sabe o que faz. Se fecha uma porta, lá na frente vai abrir outra. Basta acreditar. E não se deixe levar pelas más influências para conseguir o sucesso. É isso.

Para você o que é ser fashion?
Fashion é uma maneira de expressar seu estilo, seja na maneira de se vestir, de calçar, de colocar um acessório ou até mesmo no corte de cabelo. Tudo que faça você se sentir bem e te deixar fabulosa é o que importa. É fashion.
Por Connie Rocha - Fotos: MFW/Simon Soong @technicalchicken

 

e-max.it: your social media marketing partner

Notícias Relacionadas

Fashion
Oásis em meio à urbanidade de Miami

Duas palavras que combinam muito com o Miami lifestyle, desde a década de 80, são luxo e lazer. De lá para cá a cidade só cresceu, virou uma metrópole e ficou ainda mais bonita. Hoje, oferece...

Eventos

Abril   2017
D S T Q Q S S
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30            

Videos

CLIQUE NA IMAGEM PARA ABRIR O VÍDEO

Vera Viel posa com tema náutico para a Acontece Magazine em Miami

Vera Viel posa com tema náutico para a Acontece Magazine em Miami


Ensaio Fotográfico

Ensaio fotográfico com as modelos Cate Chant e Flavianny Nassimbeni para a editoria Fashion da edição de maio de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Making Of Abril 2016

Ensaio fotográfico com Karmel Bortoleti para a editoria Fashion da edição de abril de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez


Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de março

Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de março de 2016 da Acontece Magazine por Gerardo Gomez

Acontece Magazine - Making of - Karina Bacchi - March 2016

Acontece Magazine - Making of - Karina Bacchi - March 2016

Ensaio Fotográfico

Ensaio fotográfico para a editoria Fashion da edição de fevereiro de 2016 da Acontece Magazine

Making Of Janeiro 2016

Making of do ensaio fotográfico para a capa e a editoria fashion da edição de janeiro de 2016 da Acontece Magazine com a participação da modelo Andrea Méndes Arroio

Making Of Dezembro

Acontece Magazine Making of de Dezembro 2015


Our website is protected by DMC Firewall!